6 dicas para fazer boa negociação na compra do primeiro apartamento

11 dicas para fazer boa negociação na compra do primeiro apartamento

A compra do primeiro apartamento é uma grande conquista! Contudo, imagine a seguinte situação: depois de muita procura, você finalmente encontra o imóvel dos seus sonhos, onde cada pequeno detalhe parece ter sido feito sob medida para você, menos o preço.

Entretanto, se essa é sua situação atual, saiba que nem tudo está perdido! Confira abaixo algumas dicas para negociar bem na compra de sua primeira residência e fazer aquele precinho que parecia distante da sua realidade caber cada vez mais no seu bolso! Boa leitura!

1. Mantenha-se calmo e frio

Antes de começar qualquer negociação, é preciso saber que você não estará participando de uma guerra. É óbvio que o vendedor vai tentar encontrar maneiras de você fechar negócio o mais rápido possível, todavia, para conseguir um bom desconto, é preciso se manter calmo e não deixar as emoções se aflorarem.

O mais importante é ter tranquilidade para expor, de forma lógica, o seu ponto de vista para conseguir condições melhores. Outra dica importante é evitar mostrar interesse pelo imóvel, pois, se o vendedor perceber o seu entusiasmo, dificilmente ele abaixará o preço.

2. Peça desconto de cara

Quando você se sentar em frente ao vendedor, saiba: barganhar é fundamental! Não são raras as vezes em que proprietários ou incorporadoras já determinam o preço de um imóvel ligeiramente mais alto que o valor de mercado já pensando nos pedidos de desconto por parte do comprador.

Portanto, não hesite em já começar a negociação perguntando a respeito de uma possibilidade de desconto, pois, além de ter a chance de receber uma resposta que muito lhe agrada, você também já demonstrará que espera algumas vantagens para fechar negócio.

3. Use argumentos emocionais

Bons negociadores tentam criar conexões com o seu interlocutor. Dessa forma, além de melhorar a empatia entre as partes, ocorre o aumento de seu poder de persuasão. Afinal, existe uma maior probabilidade de uma pessoa dizer “sim” para alguém que ela gosta.

Por isso, sempre que for possível, explore os principais motivos que te influenciaram a decidir pela compra do primeiro imóvel. Algumas situações são clássicas e sempre criam uma certa simpatia, como uma gravidez ou iminência do casamento.

4. Use o valor da entrada para aumentar seu poder de barganha

Talvez esse seja um dos pontos chaves para conseguir um bom desconto na hora de comprar seu primeiro apartamento. Seu poder de barganha para conseguir grandes vantagens como taxas de juros menores ou reduzir o número de parcelas do imóvel, por exemplo, é diretamente proporcional ao valor de entrada que você oferece.

Portanto, é primordial planejar-se financeiramente para conseguir oferecer uma boa entrada. Isso, com certeza, fará toda a diferença para você e seu bolso no final das contas. No entanto, de nada adianta oferecer um valor de entrada que comprometerá sua renda e lhe fará ter problemas com o pagamento das parcelas e com as suas outras despesas do dia a dia.

Negocie, pergunte o que você consegue com 20% de entrada, 30% e assim sucessivamente. Faça a análise de custo-benefício específica para o seu caso a cada pergunta antes de bater o martelo.

5. Se puder, pague o imóvel à vista

Sem nenhuma dúvida, a melhor arma que alguém pode ter para barganhar bons descontos na compra do primeiro apartamento é conseguir pagá-lo à vista. Entretanto, para a maioria dos brasileiros isso não é possível.

Dessa forma, o comprador consegue proporcionar ao vendedor uma maior segurança na negociação, que lhe permite oferecer maiores descontos. Pelo fato de não necessitar da contratação de um financiamento imobiliário, a transação ocorre de maneira mais rápida e com uma burocracia muito menor.

6. Pesquise imóveis semelhantes pela região

Saber o valor real de mercado do apartamento que lhe interessa é algo extremamente importante para conseguir uma boa negociação. Desse modo, você perceberá se o que se está sendo cobrado é justo.

Para isso, use os imóveis similares da região como parâmetro e faça a comparação com o que foi escolhido por você. Se o preço que lhe foi passado estiver alto demais, apresente esse levantamento ao proprietário ou corretor, usando-o em seu favor para alcançar o melhor valor.

7. Não compare unidades diferentes

É essencial tomar alguns cuidados quando for comparar um imóvel com outro. Uma vez que, apesar de algumas residências apresentarem características semelhantes e estarem localizados em uma mesma avenida, é possível que elas possuam valor de mercado diferentes.

Isso acontece devido ao entorno do imóvel e à estrutura do condomínio. Logo, uma pessoa que não tenha muito conhecimento sobre o mercado imobiliário poderá fazer uma comparação errada e criar uma distorção.

O ideal é contar com a ajuda de um especialista, como um corretor ou uma imobiliária. Assim, além de ter uma melhor noção sobre qual será o valor justo por determinado imóvel, um profissional proporcionará mais segurança à negociação, lhe permitindo realizar a compra do primeiro apartamento de maneira mais rápida.

8. Conheça bem cada detalhe do apartamento e da região

Faça uma vistoria minuciosa no imóvel. Pequenos defeitos ou problemas encontrados, além de lhe evitarem dor de cabeça no futuro, também servirão como uma excelente carta na manga para negociar alguns descontos. Se necessário, chame um especialista em construções. Ele poderá ajudar a checar se a manutenção está em dia.

Além disso, não hesite em mencionar tudo que lhe desagrada no entorno do imóvel, como um bar barulhento, ausência de estabelecimentos comerciais ou excesso de trânsito, por exemplo. Tudo — absolutamente tudo — pode e deve ser usado a seu favor para angariar descontos.

9. Ofereça sempre uma contraproposta

Nos últimos anos, existiu um padrão no mercado de 5% de desconto. No entanto, o momento atual é bem diferente e há uma considerável chance de conseguir um desconto maior. Apesar disso, também é preciso ter cuidado e saber a hora de parar de barganhar.

Se o apartamento que você quer não tem muitos substitutos disponíveis na região, é bem provável que as negociações precisem ser mais rápidas. Sendo assim, tentar pechinchar demais pode lhe fazer perder a compra.

10. Procure saber a situação do vendedor

Existe um consenso de que, quanto maior for a urgência de se resolver algo, mais facilmente uma das partes da negociação está disposta a reduzir suas exigências. Logo, se você souber os motivos da venda do imóvel, isso poderá lhe favorecer muito.

Talvez o vendedor precise capitalizar o dinheiro para fazer algum investimento e, nesse caso, como tempo é dinheiro (literalmente), ele pode estar mais disposto a negociar valores, condições e descontos. Também é possível encontrar boas oportunidades em famílias que desejam negociar o apartamento para realizar a partilha de uma herança.

11. Registre a negociação por escrito

Para ter uma maior segurança na negociação, evitando possíveis dúvidas no futuro, é essencial deixar registrado tudo que é relevante e que foi acordado. Dessa forma, permite-se uma maior agilidade na produção do contrato de compra e venda, além de ser um meio de comprovar todas as condições negociadas.

Outra vantagem de registrar a negociação é a de se criar um maior comprometimento entre as partes, permitindo que o negócio se conclua mais rapidamente.

Agora que você sabe como conseguir economizar na compra do primeiro apartamento, que tal aprender mais sobre como comprar o seu primeiro lar? Para isso, basta baixar este ebook! Ele trará dicas valiosas do que você deverá avaliar para não errar na sua escolha. Até a próxima!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Um comentário para “11 dicas para fazer boa negociação na compra do primeiro apartamento”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *