Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Como investir em imóveis?

Construir um patrimônio e ter uma fonte de renda são objetivos que muitas pessoas têm em comum. Por isso, saber como investir em imóveis pode ser decisivo para dar o próximo passo com maior segurança e com a certeza de que suas finanças estarão protegidas. Há muitas questões a serem entendidas antes de começar o processo de conquista do seu novo imóvel.

Estamos falando de um investimento de grande porte, o que demanda muitos cuidados e um planejamento seguro. Saber exatamente o que você está comprando é importante para garantir que, a longo prazo, o investimento feito hoje se justifique. A escolha do imóvel, entender como ele pode ser rentável, e como realizar essa compra são alguns pontos que precisam ser detalhados.

Neste post, mostraremos como você deve se preparar para esse investimento e de que maneira ele deve ser feito. Entenda quais cuidados tomar, quais preocupações devem ser observadas e como direcionar seu dinheiro de forma segura. Confira!

Por que investir em imóveis é um bom negócio?

Por que investir em imóveis é um bom negócio?

Imóveis são um tipo de propriedade que têm grande impacto em cidades e, principalmente, em áreas urbanas. A alta demanda na busca de moradia é algo que não tem momentos de queda, e isso é o fator principal que justifica os investimentos nesse mercado. Além disso, há outras questões acessórias que ajudam a compor um cenário ideal para quem pensa em adquirir uma propriedade.

Investir em imóveis é realmente um bom negócio, e é isso que mostraremos a seguir. Confira as principais razões que justificam dedicar parte de suas finanças a este mercado.

O investimento é seguro

Há muitas formas de investimento para quem busca ampliar seu patrimônio ou ter um maior rendimento mensal, mas sem dúvidas, investir em um imóvel é um dos mais seguros. Aplicações de renda variável, que podem ser muito rentáveis, por exemplo, estão sempre sob os riscos de variação. Isso significa que, da mesma forma que se pode ganhar muito, também se pode perder.

O investimento pode ser muito mais seguro, uma vez que estamos falando de uma propriedade. Naturalmente, pode haver a desvalorização, o que é um fator que pode ser evitado ao máximo no momento da escolha do imóvel. Ainda assim, é um bem que o proprietário terá para sempre, podendo ter rentabilidade com aluguéis ou, em determinado momento, o vendendo.

A valorização é uma possibilidade

Da mesma forma que a desvalorização é um risco real e que precisa ser calculado, a valorização é uma possibilidade concreta e, nesse caso, uma grande vantagem. Saber como investir em imóveis é entender também como ele pode ser valorizado, o que está ligado a diversos fatores, entre os principais:

  • reforma da estrutura do imóvel;
  • crescimento da região em que o imóvel está;
  • chegada de novos empreendimentos no bairro do imóvel;
  • reformas no condomínio;
  • melhora nos índices de segurança da região;
  • chegada de novas opções de transporte público na região;
  • melhorias gerais de infraestrutura no bairro.

De um modo geral, a valorização pode trazer ganhos imediatos, como a possibilidade de aumentar o valor do aluguel, além de melhorias gerais, como o crescimento do valor do imóvel. Por isso, é importante considerar essa vantagem ao pensar nesse tipo de investimento.

Há sempre demanda por aluguéis

Há sempre alguém buscando um novo lugar para morar, e é justamente nesse momento que seu investimento começará a trazer os frutos que você esperava. O aluguel é uma possibilidade realmente rentável, justamente por que é um serviço de grande procura. Quanto mais bem posicionado for seu imóvel, maiores as chances de conseguir mantê-lo sempre ocupado.

Não necessariamente estamos falando de áreas nobres. Você pode investir em uma propriedade em qualquer área do seu bairro ou cidade, desde que seja uma localidade que tenha uma boa infraestrutura, bom comércio local e opções de transporte. Isso é o que a maioria das pessoas busca na hora de aluguel um imóvel, e assim, o seu estará sempre entre os mais procurados.

A renda mantida é fixa

Uma renda fixa é importante para quem pretende complementar o dinheiro que recebe mensalmente. Ao alugar o seu imóvel, você terá praticamente um salário proveniente do aluguel, o que pode ser muito importante para ajudar nas suas despesas mensais. Muitas vezes, o valor do aluguel pode servir até mesmo para pagar as prestações do seu novo imóvel o do que está alugado.

Conseguir essa relação sustentável com o seu investimento só é possível graças a essa renda fixa que o aluguel do imóvel proporciona. Esse valor pode ser importante no seu momento atual, mas também é valioso para um futuro, especialmente na aposentadoria. No futuro, essa renda fixa pode ser importante até mesmo para expandir os seus investimentos.

É uma opção de diversificação de investimentos

Se você está em busca de saber como investir em imóveis porque já tem uma carteira de investimentos ampla, saiba que é uma ótima ideia buscar diversificação desse modo. Há muitas pessoas que optam por adquirir propriedades como forma de complementar outros tipos de aplicações, como as de renda variável ou fixa, essas de origem bem diferente.

Diversificar é importante principalmente para não deixar todas as suas finanças em apenas uma opção de aplicação. Se algo acontecer com uma delas, você ainda tem seu patrimônio pessoal protegido por algum outro investimento, nesse caso, podendo ser o imóvel que você adquiriu. Quanto mais opções, melhor, e uma propriedade te dá diferentes opções, como uma futura venda ou o aluguel.

É parte da formação do seu patrimônio

Formar um patrimônio é uma busca que muitas pessoas têm, mas é importante sempre destacar que esse é um esforço contínuo. Construí-lo é parte de esforços aplicados durante anos, especialmente enquanto ainda se trabalha, já que o momento em que o patrimônio pode ser mais útil é na aposentadoria. Por isso, se você investe em imóvel hoje, pode aproveitá-lo no futuro.

Um patrimônio é reflexo de tudo que foi conquistado ao longo da sua vida e, sem dúvidas, imóveis ajudam a constituir o seu de forma sólida. Uma propriedade pode ser uma herança para seus filhos, ou até mesmo o seu local de moradia futuramente, sem precisar pagar aluguel. Se está ao seu alcance, pensar em investir em um imóvel é muito importante.

Quais preocupações devem ser observadas?

Quais preocupações devem ser observadas?

Saber como investir em imóveis deve incluir também alguns cuidados e orientações importantes quanto ao processo. Desde a escolha até o pagamento, todas as fases requerem atenção, dedicação e escolhas precisas, de acordo com as limitações e os objetivos do futuro proprietário. Por isso, é fundamental ter um planejamento que inclua todas essas obrigações para um negócio seguro.

É importante pensar, antes de fechar negócio, em questões como desvalorização, forma de pagamento e infraestrutura não só do imóvel, mas de onde ele está incluso, como um condomínio. Esses e outros pontos serão listados a seguir. Entenda em mais detalhes quais preocupações importantes devem ser observadas antes de uma compra!

Desvalorização

Todo imóvel está propenso à desvalorização, e esse é um fator de muita importância que deve ser observado. Antes de investir em um imóvel, entenda quais são as possibilidades de cada uma das propriedades que você buscar. Saber os riscos é essencial para entender quando eles podem ser uma realidade e, diante disso, de que maneira você pode evitá-los ao máximo.

Há vários fatores, de várias origens, que podem causar a desvalorização de um imóvel. Entre os principais estão:

  • falta de manutenção no apartamento;
  • apartamento em baixo estado de conservação;
  • infraestrutura do condomínio sem manutenção e renovação;
  • aumento da violência na região ou bairro em que o imóvel está;
  • falta de renovação na arquitetura do apartamento.

Se você investe em um imóvel bom, em uma localidade valorizada, mas ele não está conservado, saiba que você precisará também investir em reformas para que ele recupere seu valor de mercado. Por isso, esteja atento a esses fatores de desvalorização antes de investir e, naturalmente, quando for o proprietário, evitando a queda no valor da propriedade.

Formas de pagamento

Estamos falando de um investimento de grande porte, o que requer preparo e adequação financeira compatíveis. Escolher a melhor forma de pagamento é parte das mais importantes questões que envolvem o entendimento de como investir em imóveis. Basicamente, há três opções:

  • pagamento à vista;
  • financiamento;
  • parte a vista, parte financiada.

A escolha depende de cada pessoa, naturalmente. O pagamento a vista pode ser interessante caso você tenha o dinheiro em caixa, mas sem que o investimento faça com que suas finanças sejam completamente zeradas. Se isso for um risco, pode ser melhor pagar uma parte a vista e financiar o restante. Ainda há a opção de financiar totalmente, o que é a melhor saída para quem não quer investir parte do dinheiro de uma só vez.

A escolha também deve estar associada às possíveis vantagens que você pode obter. Por exemplo, o pagamento à vista, ou parte dele, podem gerar descontos no valor final do seu imóvel. Da mesma forma, o financiamento traz juros que implicam no valor final. O ideal mesmo é avaliar as possibilidades e escolher aquela que permita investir com segurança e responsabilidade.

Custo total do imóvel

Falando em financiamento, é importante entender de que forma esse método de pagamento vai influenciar no valor final do imóvel. Os juros são sempre uma questão a ser analisada em detalhes e com todo cuidado, por isso, informe-se sobre eles junto à instituição financeira que oferece o financiamento. É fundamental fazer isso para entender o custo total do imóvel ao final.

Além dos juros que vão influenciar o preço, há também outras questões relacionadas à documentação e possíveis reformas que precisarão ser feitas no imóvel. Tudo isso deve ser contabilizado com uma finalidade principal: avaliar se o valor da aquisição da propriedade realmente vale a pena, de acordo com a condição do imóvel.

Necessidades de reformas

Um imóvel precisa ser devidamente avaliado antes mesmo de ser adquirido. É natural que, durante o processo de procura, você faça visitas nas opções que mais agradam, e esse é o momento certo para observar quais possíveis reformas deverão ser feitas. São duas questões principais: mudanças de renovação e de manutenção.

Quando você precisa renovar, tenha em mente que se trata de uma tentativa de modernizar o imóvel, o tornando mais atrativo e valorizado diante do mercado. Agora, se falamos de manutenção, é importante entender que é um investimento de recuperação de valor de mercado. Ambas gerarão custos, cabendo somente a você avaliar se vale a pena.

Infraestrutura do condomínio

O condomínio em que o imóvel está incluso também é parte da propriedade, uma vez que o inquilino, ou futuro proprietário, farão uso de áreas comuns e de recursos como elevador, escadas, entre outros. Por isso, a qualidade da infraestrutura também é um fator de valorização, ou de decréscimo, no valor total do imóvel, implicando também em quanto o aluguel custará.

Condomínios mais completos, com piscina, área de lazer, espaço gourmet, e outras áreas comuns que podem ser desfrutadas pelos moradores, trazem uma valorização a mais no imóvel. Quanto mais recursos estiverem à disposição, melhor, mas também, maior o investimento. Condomínios com má conservação, com problemas estruturais, entre outros pontos negativos, impactam também em desvalorização da propriedade.

Credibilidade da construtora

Você tem se informado sobre o trabalho das construtoras que têm empreendimentos na sua região? É fundamental saber qual empresa foi a responsável pela construção de cada um dos imóveis que você tiver como opção. Isso traz garantias de um trabalho de arquitetura e engenharia confiáveis e com o padrão de qualidade que o mercado mais valoriza.

Checar a credibilidade da construtora é importante também quando você que investir em um imóvel na planta, ou seja, em projeto ou no processo de construção. Além das questões já citadas sobre infraestrutura, empresas também precisam cumprir com prazos de imóveis em construção e, nesse sentido, contar com uma construtora renomada é ter a garantia da entrega na data combinada.

Como investir em imóveis da melhor maneira?

Como investir em imóveis da melhor maneira?

Não é difícil saber como investir em imóveis, mas é inegável que se trata de um processo repleto de fases e de análises que precisam ser feitas. Para proteger suas finanças e construir um patrimônio sólido, seu trabalho deverá ser garantir que toda decisão seja tomada com muita certeza e segurança. A seguir, veja o que deve ser priorizado no processo de investimento em um imóvel.

Pesquise o mercado para ter entendimento

É fundamental saber como o mercado imobiliário, especialmente na região de interesse, tem se comportado nos últimos tempos. Há diversos fatores que influenciam no preço dos apartamentos, mas é preciso conhecer também o que gera as variações que, de tempos em tempos, aquecem ou esfriam o segmento imobiliário. Isso faz com que a média de preços suba out caia, naturalmente.

Questões como a situação econômica do país, incentivos para compra de imóveis, e outras questões desses níveis podem impactar os preços. Dito isso, é preciso também entender as faixas de preço em diferentes regiões, desde as mais simples às mais urbanizadas. Quando você tem esse entendimento, consegue ter clareza na hora de avaliar valores e saber quais valem o investimento.

Defina qual será o destino do imóvel

Ao investir em um imóvel, o futuro proprietário tem, provavelmente, uma ideia mais concreta do que fará com ele, como vender, alugar, ou o manter alugado e, futuramente deixar de herança. Independentemente do objetivo, é fundamental traçar um planejamento de compra, manutenção e, por fim, garantir que o objetivo principal seja alcançado com sucesso, trazendo retorno.

Por exemplo, um apartamento em uma área nobre, com alto valor de custo, também impactará no preço do aluguel. Pode ser que esse imóvel, depois de adquirido, ainda demore para ter um inquilino, o que fará com que todos os custos nesse período fiquem por conta do proprietário. Todo e qualquer movimento precisa ser estudado, principalmente do ponto de vista financeiro.

Considere sempre imóveis na planta

Imóveis na planta não são nenhuma novidade e têm crescido cada vez mais. Para quem compra, a relação é realmente vantajosa, uma vez que se pode pagar mais barato, com maior tempo de financiamento e ainda saber exatamente como será o projeto do imóvel. Essas vantagens podem ser aproveitadas tanto para quem vai morar, tanto para quem investe visando rendimentos.

Por exemplo, quem está visando uma aposentadoria mais confortável, pode comprar um imóvel na planta que estará pronto apenas quando chegar o momento de parar de trabalhar. Assim, o proprietário conseguiu pagar com tranquilidade no financiamento e, ao fim da construção, tem uma propriedade que pode ser alugada, complementando sua aposentadoria.

Foque em regiões com potencial

O local em que você terá seu imóvel é decisivo para a valorização dele. Esse é um dos principais ensinamentos quando o assunto é saber como investir em imóveis, principalmente porque estamos falando de dinheiro. Uma região com potencial de crescimento faz com que, gradativamente, os imóveis da localidade tenham seus valores aumentados.

Por isso, analise regiões que ainda podem crescer, recebendo novos empreendimentos comerciais, mas nem tanto os de moradia. Isso significará que o imóvel em questão será mais raro naquela região, o que o valorizará mais, especialmente quando os novos mercados, escolas, shoppings, hospitais e academias forem construídos. Investir é sobre projetar o futuro de maneira precisa!

Renove imóveis para lucrar mais

Imóveis com baixa conservação e precisando de uma reforma nem sempre são má ideia, especialmente se a infraestrutura do condomínio for boa. Melhor ainda será se a região for repleta de opções comerciais, parques e com acesso fácil. Nesse caso, o imóvel em questão deve ser visto como uma ótima oportunidade de investimento, especialmente se o preço estiver compatível.

Por ser mais barato, é mais fácil de ser adquirido e, mesmo que você tenha que investir em reforma, pense que é um modo de valorizar a sua aquisição. No futuro, você poderá até mesmo vender essa propriedade por um preço bem mais do que comprou, obtendo um lucro muito interessante. Se você acredita que é possível fazer essa renovação, e tem dinheiro disponível, é uma ótima ideia.

Visite várias opções

É altamente recomendável que você não tome nenhuma decisão de forma precipitada. Dificilmente você encontrará o imóvel ideal na primeira vez que faz uma visita, ou seja, coloque sempre a razão na frente de tudo e saiba que a missão de encontrar o local ideal nem sempre é rápida. Quanto mais imóveis você visitar, menores são os riscos de fazer um mau negócio.

Faça uma pré-seleção, depois visite apenas os que mais gostou e, por fim, considere somente aqueles que, pessoalmente, pareceram, boas opções. Isso ajuda a construir uma ideia muito sólida sobre cada uma das propriedades, o que dará a você mais certeza na hora de escolher em qual investirá as suas finanças.

Conte com consultores imobiliários

Profissionais do setor entendem o mercado, a valorização de imóveis e todos os detalhes relacionados a esse segmento. Por mais que este conteúdo sobre como investir em imóveis esteja bastante completo, há momentos em que é preciso contar com um consultor, especialmente se há um caso mais específico. Ele saberá como orientar você na tomada da decisão mais segura.

Os consultores podem ajudar a encontrar o imóvel ideal dentro dos seus parâmetros de busca, além de saberem exatamente qual preço cada propriedade realmente vale. Pode ser importante ter esse suporte para fazer ofertas mais adequadas e ter a garantia de que seu investimento é certeiro, trazendo os frutos que você espera no futuro.

Avalie a rentabilidade futura

A rentabilidade é uma questão muito importante e que deve ser avaliada com todo cuidado, afinal, estamos falando de investimentos. É importante pensar em como o dinheiro que será aplicado poderá ter um retorno, independentemente se você pretende comprar na baixa e vender na alta, ou simplesmente ter um patrimônio que, momentaneamente, gerará renda de aluguel.

Avalie o esforço que será feito para a aquisição e, então, analise as margens de retorno que você pode ter. Tomar decisões desse porte sem colocar na ponta do lápis pode gerar uma decepção e até mesmo prejuízos, ainda que você consiga vender ou alugar. Qualquer negócio vantajoso é aquele que atende às expectativas de quem investiu dinheiro.

Um passo grande requer certeza e segurança, e é isso que todos que querem saber como investir em imóveis buscam. Neste conteúdo você aprendeu mais sobre os cuidados que deve tomar e como um investimento pode ser feito com grandes chances de trazer os rendimentos que você espera.

Por mais que você já esteja decidido quanto à aquisição de um novo imóvel, é preciso entender que alguns fatores podem gerar impedimentos nesse investimento. Saiba exatamente quais são e por que eles podem ser prejudiciais.

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *