Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Como investir na poupança para comprar um imóvel?

Como investir na poupança para comprar um imóvel?

Juntar dinheiro para construir um patrimônio não é tão difícil se você tiver um planejamento financeiro pessoal. Mas fazê-lo, apenas, não é suficiente: é preciso desenvolver um plano de ação que seja condizente com seu orçamento para que nada o impeça de conseguir o alcance de seu objetivo.

Um dos pontos que deve ser observado por quem deseja comprar um imóvel é relacionado ao método de aplicação financeira. No post de hoje abordaremos como investir na poupança para a concretização desse desejo. Leia e saiba mais!

Funcionamento da poupança

A poupança é a aplicação financeira mais utilizada no Brasil. Criada em 1861 para evitar que o dinheiro sofresse as intermitências da inflação, e para garantir um maior poder de compra aos seus usuários, ela é bastante popular por permitir que os depósitos sejam feitos a partir de valores baixos e com qualquer frequência.

É claro que algumas pequenas regras são diferentes de uma instituição financeira para outra (como o valor mínimo para a abertura da conta), mas de forma geral, todas têm um funcionamento bem similar.

Rendimentos da caderneta de poupança

Todo mês, a partir de 30 dias após a aplicação, o dinheiro rende juros. Desde a data de 4 maio de 2012, a rentabilidade desse investimento depende da Selic (taxa básica de juros). Se o valor dela chegar até o percentual de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 70% da Selic mais a Taxa Referencial (TR) ― um dos indexadores da economia nacional. Agora, se os montantes ultrapassarem os 8,5%, o rendimento será o da TR mais 0,5% ao mês.

Os valores depositados na poupança antiga, isso é, até o dia 03/05/2012, têm rendimento equivalente à TR mais 6,17% ao ano. Para conhecer qual foi o montante somado a um depósito feito no passado, acesse o site do Banco Central, preencha os campos na Calculadora do Cidadão e saiba quanto foi acrescido em sua caderneta.

Investimento na poupança

Quem já possui uma conta bancária só precisa transferir o dinheiro para a conta-poupança sempre que desejar. Essa transação financeira pode ser feita por meio de caixas eletrônicos, home banking, agências bancárias e pelo telefone. Agora, se você não tiver uma conta-corrente, será necessário abrir uma caderneta de poupança. Para isso, vá até a instituição financeira de sua preferência e apresente RG, CPF, Comprovante de Renda e de endereço.

Não há perfil para investir na poupança. Qualquer pessoa que busque um rendimento com liquidez diária e sem riscos, deve utilizar essa forma de juntar dinheiro para comprar um imóvel. Normalmente, quem faz uso dela pretende investir a longo prazo, tem pequenos montantes e visa reunir fundos para a compra de um determinado bem ou serviço.

Dicas para investir na poupança para comprar um imóvel

Siga as dicas abaixo e saiba o que fazer para conseguir guardar dinheiro investindo nesse tipo de aplicação:

  • Saiba o valor do imóvel desejado;
  • Estabeleça um prazo e faça a divisão do montante mensal a ser guardado;
  • Não se esqueça de simular um valor futuro com taxas de juros e acréscimos de mercado;
  • Regularmente, em uma data pré-determinada, faça a transferência para a conta poupança;
  • Não some o valor do investimento ao seu orçamento mensal, pois ele já tem destino certo;
  • Seja determinado e tenha foco;
  • Priorize a aplicação de rendimentos extras para que o imóvel seja adquirido mais rapidamente.

Pronto para começar a investir na poupança e comprar um imóvel? Conheça agora 5 vantagens de se livrar do aluguel para te motivar ainda mais a alcançar o seu objetivo!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *