Consórcio imobiliário e financiamento: entenda as diferenças!

Consórcio imobiliário e financiamento: entenda as diferenças!

Quando se sonha com a compra de um imóvel, mesmo que não seja o primeiro, é natural surgirem dúvidas sobre como se planejar para a conquista desse objetivo. Claro que uma das principais preocupações é quanto à forma de pagamento a ser utilizada. Portanto, entender as diferenças entre financiamento e consórcio imobiliário é essencial nesse momento.

Também é muito importante ter ciência de qual dessas opções melhor atende às necessidades do comprador. Para tal avaliação, é necessário levar em conta desde a disponibilidade financeira até o objetivo de compra do imóvel, além da urgência em receber o bem.

Para ajudar você a entender melhor tudo isso e tomar a melhor decisão entre financiamento ou consórcio imobiliário na hora de comprar uma casa, um terreno ou um apartamento novo, elaboramos este artigo. A seguir, confira as informações necessárias para fazer a melhor escolha!

Quais são as características do consórcio imobiliário?

O consórcio de imóveis nada mais é do que um grupo de pessoas que se reúne com o objetivo de autofinanciar uma propriedade. O valor do bem é dividido em cotas com pagamentos mensais, de acordo com o prazo e o número de participantes.

As mensalidades de todos os cotistas é utilizada para subsidiar a compra de um ou dois bens por mês, por meio de cartas de crédito fornecidas aos consorciados contemplados no mês corrente. A contemplação ocorre por meio de sorteio e, ainda, da oferta de lances que são abatidos do valor das parcelas a vencer.

Essa modalidade de compra de imóveis só é recomendada a quem não tem pressa em utilizar o bem e está apenas buscando uma forma de juntar dinheiro ou diversificar investimentos. Isso porque a pessoa pode pagar as mensalidades por meses ou até anos sem receber o imóvel.

Vantagens e desvantagens

A maior vantagem de um consórcio imobiliário está relacionada aos valores das parcelas — que são muito mais baixos, já que sobre eles não incidem as mesmas taxas de um financiamento.

Porém, é preciso buscar uma administradora de consórcios sólida e com um bom histórico, já que não é incomum ocorrer a “quebra” de grupos antes que todos os consorciados recebam o imóvel. Por isso, é essencial verificar se a administradora é credenciada pelo Banco Central do Brasil.

Outra desvantagem do consórcio imobiliário em comparação com o financiamento é o prazo de entrega do bem. Como você depende da sorte para recebê-lo, pode acabar sendo um dos últimos cotistas contemplados.

Taxas e formas de pagamento do consórcio imobiliário

Na teoria, o consórcio não cobra taxas de juros, somente uma taxa de administração e a correção do valor do imóvel ao longo do prazo de duração do grupo. Ou seja: quanto mais longo for o tempo de consórcio, maiores serão os valores pagos.

Prazos e entrega do imóvel

Os prazos dos grupos de consórcio imobiliário podem chegar até 120 meses, o que dá uma boa margem para o pagamento do imóvel. Porém, é preciso ter em mente que, quanto mais extenso for esse período, maior será o custo final do bem. Além disso, sua contemplação pode ser uma das últimas do grupo, o que provocaria uma demora na entrega.

Como funciona o financiamento imobiliário?

O financiamento imobiliário nada mais é do que um empréstimo oferecido por uma instituição financeira em troca de juros, que variam de acordo com o prazo de pagamento e a quantia retirada. A garantia do financiamento costuma ser o próprio bem.

Vantagens e desvantagens

A principal vantagem do financiamento é a entrega imediata das chaves do imóvel. Assim, além do benefício do prazo, há a garantia de recebimento do bem (o que não é encontrado no consórcio imobiliário).

Taxas e formas de pagamento

Por se tratar de um empréstimo, as taxas de juros são mais altas em relação ao consórcio. Porém, para as pessoas que são elegíveis ao programa Minha Casa Minha Vida, é possível conseguir taxas mais atrativas.

Prazos e entrega do imóvel

Os prazos para o pagamento dos financiamentos imobiliários podem chegar a 360 meses. Mas vale lembrar que, assim como no consórcio imobiliário, quanto mais esse período durar, maior será o valor final da propriedade.

Como já foi mencionado, a entrega da casa ou do apartamento é imediata — salvo nos casos de compra de imóveis na planta, cuja entrega fica sujeita aos prazos estabelecidos pela construtora e acordados com o comprador.

De que forma decidir entre financiamento e consórcio imobiliário?

Os principais fatores a serem levados em conta nessa decisão são: a disponibilidade financeira do comprador e o objetivo de uso do imóvel.

Se o bem for adquirido para moradia, substituindo o pagamento do aluguel, pode ser mais vantajoso pagar parcelas um pouco maiores em um financiamento do que continuar desembolsando o aluguel junto à mensalidade do consórcio até que ocorra a contemplação.

Embora o consórcio imobiliário pareça mais vantajoso do que o financiamento em alguns aspectos (como no prazo para pagamento e nas taxas), na maioria das vezes não é esse o caso. Lembre-se de que, para conseguir um bom prazo de entrega do imóvel, é preciso contar com a sorte ou uma boa quantia para dar como lance.

Esse valor, quando utilizado como entrada em um financiamento, muitas vezes amortiza boa parte do montante a ser financiado. Assim, a pessoa terá prazo e incidência de juros reduzidos, com a vantagem da entrega imediata do bem.

Para quem está dentro das faixas de renda do programa Minha Casa Minha Vida, o financiamento pode ser ainda mais vantajoso. Além das taxas de juros mais baixas, ainda se pode contar com um subsídio do governo que cobre parte do valor do imóvel, dependendo da sua condição socioeconômica.

Seja por meio do consórcio imobiliário, seja pelo financiamento, é sempre importante ter planejamento e controle financeiro na hora de adquirir um imóvel. Tomando esses cuidados, você se torna capaz de prevenir situações de inadimplência que poderiam levar inclusive à perda do novo bem.

Por isso, agora que você entende as diferenças do financiamento para o consórcio imobiliário e já sabe qual opção é mais vantajosa, sugerimos que leia também o nosso guia “comprando a casa própria: passo a passo para organizar sua vida financeira sem stress”. Assim, seu objetivo será atingido com muito mais facilidade!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *