Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Financiamento pela construtora vale a pena?

Financiamento pela construtora vale a pena?

A grande valorização do mercado imobiliário brasileiro faz com que os interessados em investir em imóveis busquem maneiras diferentes e vantajosas de realizarem esse tipo de aquisição. Felizmente, nos dias de hoje, existem várias opções e uma dúvida que vem se tornando bastante comum é: o financiamento pela construtora vale a pena?

Lidar diretamente com a empresa responsável pelo empreendimento, logicamente, pode proporcionar benefícios interessantes, mas isso não quer dizer que não existam desvantagens na comparação com bancos e outras instituições do ramo. Continue lendo o post e aprenda um pouco mais sobre o assunto!

Como funciona o financiamento pela construtora?

O financiamento de imóveis direto com uma construtora ocorre quando a negociação é feita diretamente entre as partes interessadas, ou seja, o comprador e a empresa responsável pelo empreendimento. Da mesma forma que o financiamento comum, há um contrato firmado, que estabelece os detalhes, como entrada, valores e taxas da operação.

A grande diferença é que quem fornece crédito é a construtora, em vez de bancos ou instituições financeiras tradicionais, o que faz com que as normas de sistemas bancários não sejam aplicáveis. No entanto, muitos dos trâmites são similares, embora menos burocráticos, como a análise do histórico do cliente e solicitação de comprovação de renda, por exemplo. 

Quais são as vantagens do financiamento pela construtora?

Não é difícil supor que, ao comprar um imóvel na planta diretamente com a construtora responsável por tirar o empreendimento do papel, o cliente tende a obter vantagens consideráveis, até pelo fato de a empresa ser diretamente interessada em fechar o negócio. Confira abaixo alguns dos benefícios que você pode experimentar ao fazer essa opção.

Condições mais flexíveis

Para muitas pessoas, a maior das vantagens do financiamento pela construtora é que ela costuma proporcionar condições mais flexíveis para os clientes. Tais empresas, como falamos, não seguem as normas de sistemas bancários e contam com autonomia para definir suas próprias exigências e demandas, que costumam ser bem mais flexíveis.

Os benefícios obtidos pelos clientes podem variar de acordo com alguns fatores, como o tipo de empreendimento, o estágio das obras e outras questões, mas o fato é que não costuma ser difícil parcelar a entrada até a entrega das chaves, conseguir mudar alguns acabamentos, solicitar pequenas alterações na planta da unidade e assim por diante.

Facilidade na negociação

Uma das grandes vantagens do financiamento pela construtora é a facilidade na negociação. Não existirão intermediários e você poderá lidar diretamente com o encarregado para a transação, não demandando o auxílio de uma série de profissionais, tais como corretores, despachantes, consultores ou mesmo assessores imobiliários. 

Eles poderiam ser de grande utilidade em financiamentos bancários, que são operações complexas e burocráticas, mas acabariam, naturalmente, onerando a operação com o pagamento dos seus serviços. O mesmo não ocorre com unidades na planta, na qual você pode esperar uma relação clara e precisa com a empresa. 

Processos menos burocráticos

Uma das grandes reclamações das pessoas que estão em busca de um financiamento imobiliário feito com bancos ou instituições financeiras é que tudo tende a ser muito burocrático. Afinal, a empresa não quer perder dinheiro e utiliza uma série de exigências para assegurar que o valor emprestado retorne com juros e correção.

Já a construtora, via de regra, quer logo fechar negócio, até mesmo para capitalizar o empreendimento e aumentar o caixa para futuros projetos. Por isso, a liberação do crédito é muito mais simples, com análises menos criteriosas e mais flexíveis. Tal benefício é fruto, inclusive, da negociação direta, sem intermediários.

Quais as desvantagens do financiamento pela construtora?

Quais as desvantagens do financiamento pela construtora?

Você conheceu acima algumas das muitas vantagens de fazer um financiamento direto pela construtora. No entanto, embora seja uma alternativa bastante interessante, isso não quer dizer que ela esteja completamente livre de apresentar as suas desvantagens. Acompanhe abaixo algumas delas.

Taxas de juros mais elevadas ​

Como dissemos, o financiamento direto com a construtora não precisa seguir as exigências que são feitas pela modalidade tradicional, que são acatadas pelos bancos e instituições do ramo. Embora isso possa se refletir em alguns benefícios e menos burocracias para os clientes, determinadas facilidades também acabam sendo perdidas.

Uma delas está relacionada com as taxas de juros. No sistema bancário, eles são limitados por regras específicas e reguladas por lei, de acordo com o Sistema Financeiro de Habitação (SFH). No entanto, vale lembrar que o poder de negociação pode ser aplicado, solicitando descontos, condições ou prazos para dar uma entrada maior, por exemplo. 

Dificuldades de usar FGTS

Da mesma maneira que a falta de exigência em seguir as regras do sistema bancário concede maior liberdade para a construtora, ela também faz com que outras possibilidades sejam limitadas. Uma das limitações está, justamente, ligada ao saque do valor do FGTS, sigla do famoso Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

Você pode utilizar o FGTS na compra de imóveis em construção, mas será necessário que a aquisição esteja vinculada a um financiamento firmado pelo SFH, de acordo com a nossa lei. Por isso, você deve consultar a empresa e ver como ela trabalha nesse sentido, dando preferência para quem atua em parceria com grandes instituições, como a Caixa.

Menor prazo de pagamento

Não é novidade para ninguém que os melhores bancos financiam propriedades por muito tempo, ultrapassando décadas e concedendo prazos que chegam aos 35 anos. Isso ocorre, entre outras coisas, por incentivo do Governo Federal no fomento da construção civil e do mercado imobiliário, além da grande segurança e solidez de boa parte dessas instituições. 

Já as construtoras têm liberdade e cada uma delas determina suas próprias regras, mas é fato que os prazos de pagamento oferecidos serão consideravelmente mais curtos. De acordo com a prática do setor, eles tendem a variar entre 5 e 10 anos, mas você também precisa lembrar que os preços de unidades na planta são mais atrativos, o que se reflete em parcelas menores. 

Como você pôde ver, o financiamento pela construtora vale a pena em diversas situações, sobretudo quando você deseja ter o pagamento facilitado e menos burocracias na transação!

E então, chegou à conclusão de que o financiamento pela construtora vale a pena? Então confira nosso outro post que mostra quanto guardar por mês para comprar o seu apartamento!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *