Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O que verificar antes de comprar um imóvel novo?

O que verificar antes de comprar um imóvel novo?

Se você chegou até este artigo enquanto procurava por informações sobre o que verificar antes de comprar um imóvel novo, certamente deve saber que, por se tratar de uma transação financeira de altíssimo valor e que pode levar até algumas décadas para ser concluída, não é uma decisão que deve ser tomada sem muito planejamento.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo para que você saiba o que verificar antes de comprar um imóvel novo. Continue a leitura para entender o que é preciso considerar antes de fechar negócio. Boa leitura!

Localização

Localização

Quando se trata da localização do imóvel, é muito importante ter certeza de que você está lidando com um que atenda às necessidades de sua família, garanta segurança e ofereça conforto. Sendo assim, verifique a existência de comércios nas proximidades, assim como a facilidade de acesso a serviços essenciais, como hospitais, mercados, parques, escolas e transporte público.

Além disso, visite a região em diferentes horários para analisar se a vizinhança é tranquila, se há vigilância nos arredores do bairro e se a vida noturna é muito movimentada. Procedendo dessa forma, evita-se morar perto de ambientes propícios a aglomerações e tumultos.

Orçamento

Orçamento

Antes de sequer começar a procurar por oportunidades de negócios imobiliários, é preciso saber qual o orçamento que você tem disponível, pois isso definirá uma série de aspectos sobre os perfis de imóveis que estarão dentro da sua faixa de aquisição, como localização, infraestrutura, acabamento e tipo de construção. Afinal, esses fatores influenciam bastante no preço do imóvel. Por exemplo, propriedades localizadas em bairros nobres têm o preço do metro quadrado muito maior do que casas e apartamentos encontrados em regiões mais simples.

Lembre-se de que, na prática, nem sempre adquirir um imóvel novo é sinônimo de comprar um na planta, já que os preços estão cada vez mais equilibrados. É preciso verificar se a propriedade em questão atende aos seus requisitos de médio e longo prazo.

Documentação do imóvel

Documentação do imóvel

Se o imóvel oferece o que você e sua família precisarão no decorrer dos próximos anos e está dentro do orçamento, antes de dar qualquer passo, é preciso verificar se a documentação está em ordem. Para isso, como comprador, você deve analisar os seguintes elementos:

  • matrícula do imóvel atualizada — o objetivo é constatar se o indivíduo que está oferecendo a oportunidade é, de fato, o proprietário e se a propriedade não está envolvida em alguma situação de penhora, caução, hipoteca etc;
  • certidão negativa e atualizada a respeito dos tributos municipais;
  • certidão atualizada do IPTU — o objetivo é certificar-se de a propriedade não tem débitos com a Prefeitura Municipal;
  • declaração de inexistência de débitos condominiais — caso o imóvel seja localizado em um condomínio.

Além disso, é preciso verificar nos entes públicos (União, Governo, Prefeitura, concessionários, autarquias etc) se a propriedade que você pretende comprar é ou não declarada como utilidade pública, já que esse tipo de bem pode ser objeto de desapropriação no futuro. Não se esqueça de que, após o fechamento do negócio e a assinatura do contrato, uma discussão judicial para responsabilizar quem vendeu o imóvel com problemas ou dívidas pode, além de ser cansativa e onerosa, não gerar o resultado esperado. Por isso, é preciso verificar cada documento da propriedade antes de tomar a decisão de comprá-la.

Documentos do vendedor

Documentos do vendedor

Além de checar a documentação do imóvel, é muito importante conferir os documentos e a idoneidade de quem está oferecendo a proposta de negócio. O objetivo disso é evitar qualquer possibilidade de fraude. Solicite os seguintes documentos:

  • cópia do CPF/CNPJ e RH e documentos dos sócios da empresa (caso seja pessoa jurídica);
  • certidão negativa do FGTS (caso seja pessoa jurídica) e do INSS;
  • certidão de nascimento atualizada — para averiguar o estado civil do vendedor;
  • certidão da justiça estadual ou federal — para analisar se há ocorrência de ações criminais, cíveis ou ações de execução fiscal;
  • certidão negativa de débitos tributários das Fazendas Municipais, Estaduais e Federais;
  • certidão negativa da Justiça Federal;
  • certidão negativa da Justiça do Trabalho.

Vale mencionar, ainda, que, diante da legislação brasileira, o indivíduo sempre deve cumprir com as obrigações de seus bens, incluindo as dívidas. E isso independe de serem presentes ou futuros, de acordo com o que estabelece o art. 591 do Código de Processo Civil.

Vistoria do imóvel

Vistoria do imóvel

Por fim, mas não menos importante, é fundamental analisar se o imóvel não tem defeitos que possam não ter sido apontados pelo vendedor. Portanto, verifique o documento de vistoria da propriedade, pois nele constará o estado atual de cada elemento que integra o bem.

Analise o estado das torneiras e dos vasos sanitários. Dê descarga, abra as torneiras e deixe a água correr por um tempo. Caso a água apresente uma coloração típica de ferrugem, significa que o imóvel tem uma tubulação antiga e pode necessitar de reformas estruturais.

Verifique também o estado da pintura do teto e das paredes, pois sinais que apontem que o local foi pintado recentemente podem significar que alguns aspectos foram ocultados, como infiltrações, vazamentos ou bolor, principalmente na área da lavanderia e do banheiro.

Além disso, observe a fachada do imóvel, pois uma com apresentação negativa pode ser sinônimo de que, em breve, será preciso investir em uma reforma. Esse processo pode gerar grandes dores de cabeça no futuro, em especial se a propriedade é localizada dentro de um condomínio.

A parte elétrica também não pode ser ignorada. Teste todas as luzes e os chuveiros do imóvel nos horários de pico — entre às 19h e 21h — para ver se ocorrem alterações na intensidade. A substituição de uma rede elétrica pode ser bastante onerosa.

Como você pôde conferir neste conteúdo sobre o que verificar antes de comprar um imóvel novo, adquirir um bem de alto valor é uma tarefa que exige muito planejamento. Essa é uma decisão que não deve ser tomada do dia para noite, e há uma série de questões a ser considerada antes de fechar negócio.

As informações abordadas neste artigo sobre o que verificar antes de comprar um imóvel novo foram úteis? Então, não deixe de conferir também o nosso artigo sobre quais são os principais riscos de comprar um imóvel direto com o proprietário!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *