Recém-casados: 4 dicas para quitar seu imóvel mais rápido

Recém-casados: 4 dicas para quitar seu imóvel mais rápido

Você se casou e pretende comprar um imóvel em uma região melhor, mas tem medo do financiamento por não não conhecer tão bem o mercado imobiliário? Na verdade, financiar sua residência pode ser muito mais simples do que você imagina: basta um bom planejamento para arcar com o pagamento.

Nesse ponto, muitas pessoas ficam ansiosas e se preocupam com o longo tempo das parcelas, que normalmente se estendem por um período entre 20 e 30 anos. Mas não é preciso se preocupar tanto com isso! No post de hoje, vamos mostrar que é possível quitar o imóvel antes do tempo previsto:

Como as parcelas são calculadas?

Essa é uma das principais dúvidas sobre o assunto. As parcelas são calculadas com base no valor financiado, no tempo de pagamento e no número de parcelas. Isso significa que, ao pagar as prestações, você não quita apenas o preço do imóvel que comprou. Cada parcela é composta por 3 partes. Veja quais são:

  • principal: é a parte que de fato você está pagando do apartamento que comprou;
  • juros: são os valores cobrados pelo banco para te emprestar o dinheiro;
  • taxas operacionais: são os encargos do processo de financiamento, como o seguro.

Entender essa divisão é importante para saber que é possível e vantajoso em muitos casos fazer a antecipação do pagamento. Assim, você pode reduzir os juros, diminuindo os total das parcelas ou continuar pagando os mesmos valores, mas em um tempo menor de financiamento.

Como posso quitar o imóvel antes do previsto?

Existem algumas maneiras para isso, mas as mais comuns são:

Quitar as últimas parcelas

Diminuir o tempo total é uma forma de pagar menos juros do que foi previsto na contratação do financiamento. Ao fazer uma amortização, você paga uma parte do principal, ou seja, do que ainda falta do valor total do imóvel.

É quase como se você tivesse solicitado menos dinheiro ao banco e, por isso, paga menos juros! Porém, ao invés de passar a pagar uma parcela menor, é possível abater o valor das últimas parcelas, reduzindo o tempo de pagamento.

Amortizar a dívida

Outra opção para quem deseja reduzir o tempo de pagamento é amortizar a dívida. Essa alternativa é interessante quando surge um dinheiro que você não esperava, como uma herança ou o ganho de uma ação na justiça.

Ao pagar a dívida, além de diminuir os juros, você também deixará de pagar as taxas operacionais referentes aos meses cujas parcelas você vai quitar de uma só vez.

Usar o FGTS

Se você utilizou o seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) há mais de dois anos pela última vez, pode utilizá-lo de novo. Uma forma inteligente de usar esse benefício é pagar pelo menos uma parte do financiamento, reduzindo o número de parcelas.

Vale lembrar que o FGTS rende 3% no fundo, um rendimento menor do que o da inflação. Por causa disso, compensa muito aplicar esse recurso no abatimento do valor financiado.

Utilizar 13º ou férias

Outra forma de antecipar o pagamento de algumas parcelas é utilizar o 13º salário ou as férias. Fazendo isso, você dá um destino mais útil para esse dinheiro e não corre o risco de gastá-lo sem planejamento.

No final, é você que deve analisar e decidir como vai utilizar melhor os seus recursos financeiros e o seu tempo, mas sempre faça as contas e planeje os próximos investimentos.

Agora que você já sabe que não precisa ter medo do financiamento e que pode reduzir o tempo de pagamento e quitar o imóvel, curta a nossa página do Facebook e fique por dentro de mais dicas como essas!

banners_guiadofinanciamento_post

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *