Vale a pena comprar um imóvel em 2020?

Vale a pena comprar um imóvel em 2020?

Este ano tem sido desafiador para muitas pessoas. A pandemia do coronavírus, e seus efeitos na economia mundial, foi uma verdadeira surpresa para os mais diversos segmentos do mercado. No entanto, o mercado imobiliário é conhecido por ser um dos mais estáveis que existe, mesmo perante cenários de crise econômica.

Por isso, preparamos este conteúdo para você que está procurando por informações para saber se vale a pena comprar um imóvel em 2020. Nos próximos tópicos, mostraremos as principais tendências, vantagens e motivos pelos quais adquirir uma propriedade neste ano pode ser um bom negócio.

Continue a leitura do conteúdo para saber se vale a pena comprar um imóvel em 2020!

O que mudou de 2019 para 2020 no mercado imobiliário?

O que mudou de 2019 para 2020 no mercado imobiliário?

De acordo com um levantamento de dados realizado recentemente pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), a procura por imóveis obteve um aumento significativo entre o segundo e o terceiro trimestre de 2019.

Para que você tenha uma ideia, o número de indivíduos que responderam à pesquisa, que afirmaram ter intenção de comprar um imóvel nos próximos meses, aumentou de 26% para 38%.

Uma parte considerável dos entrevistados afirmou, ainda, que projetava que os preços se manteriam estáveis no próximo ano. Porém, em 2019, ninguém contava que uma pandemia mundial estava por vir, afetando economicamente os mais diversos setores do mercado.

Felizmente, o mercado imobiliário se mantém aquecido mesmo diante de cenários econômicos complexos. Para quem deseja investir no setor, há uma série de vantagens que as crises podem proporcionar, como redução das taxas de juros de financiamentos e, por consequência, preços de imóveis muito mais competitivos.

Esse é um dos principais fatores que leva ao aumento da demanda por locação de imóveis residenciais, que tendem a reagir mais rapidamente à melhora da economia. Isso significa que a compra de apartamentos ou casas com o objetivo de alugá-los também é uma ótima forma de investimento.

Como a baixa dos juros de financiamento imobiliário tem influenciado o mercado?

Como a baixa dos juros de financiamento imobiliário tem influenciado o mercado?

Outro aspecto que tem tornado ainda mais favorável a compra de um imóvel em 2020 é o fato de houve uma baixa considerável nas taxas de juros de financiamentos imobiliários para pessoas físicas. O objetivo é aquecer a economia e fomentar o setor. A queda nas taxas de juros foi a mais baixa da história, o que ajudou a popularizar ainda mais os créditos de garantias.

As consequências causadas pelos impactos da pandemia, ainda no primeiro trimestre, mudaram as perspectivas para todo o ano nos mais diversos segmentos. Porém, o panorama permanece promissor no mercado imobiliário. A taxa básica de juros do Banco Central foi baixada consideravelmente, devido à crise que o novo coronavírus provocou, deixando a marca histórica na Selic de 2,25%.

Qual a principal consequência de uma Selic tão baixa?

A redução nas taxas de juros de financiamento imobiliário é o impacto direto mais expressivo de uma Selic baixa como a atual, mais um motivo que mostra que realmente vale a pena comprar um imóvel em 2020.

O Custo Efetivo Total (CET), que abrange juros e diversas taxas inclusas em um financiamento imobiliário, para financiamentos de imóveis de até R$ 750 mil teve uma redução drástica nas cinco maiores instituições bancárias do Brasil, despencando de 9,58% ao ano, para 8,18%, dentro do período de janeiro a dezembro de 2019.

De acordo com a presidente da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (ABECIP), Cristiane Portella, o mercado imobiliário está retornando com um ritmo forte e consistente. Tudo aponta que 2020 é o ano ideal para investir em imóveis. As informações foram levantadas pelo MelhorTaxa.

Quais instituições bancárias reduziram as taxas de juros para financiamentos imobiliários?

As taxas de juros para financiamentos da Caixa Econômica Federal, financiados com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), sofreram uma queda de um ponto percentual. A taxa passou de 8,5% para 7,5%.

Além da Caixa Econômica Federal, outros cinco bancos também reduziram as suas taxas para financiamentos de imóveis:

  • Santander;
  • Banco Inter;
  • Banco do Brasil;
  • Itaú Unibanco;
  • Bradesco.

Especulação imobiliária para 2020

Especulação imobiliária para 2020

Como você pôde entender até aqui, as mudanças que ocorreram em 2019, tanto em termos de redução das taxas de juros para financiamentos imobiliários quanto no quesito de aumento da demanda neste mercado, têm contribuído de forma significativa com a construção de um cenário otimista em 2020.

Por isso, especialistas da área começaram a projetar e especular panoramas para 2020. Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, o cenário de 2019, por ter sido o melhor em relação aos últimos quatro anos, abriu caminho para este ano ser altamente promissor.

Além disso, houve um aumento de 15% no número de vendas fechadas, o que deixa bastante claro que as pessoas estão confiantes e dispostas a concretizar uma negociação. Graças a essas questões, o mercado imobiliário tem se mostrado um ambiente seguro em 2020, principalmente se pensarmos pelo ponto de vista fiscal.

Quais as principais tendências para o mercado imobiliário em 2020?

Quais as principais tendências para o mercado imobiliário em 2020?

Nos próximos tópicos você verá algumas das maiores tendências que do mercado imobiliário para 2020. Fatores como a mudança no comportamento de consumo e da economia mundial estão entre as principais causas que contribuem com os aspectos que citaremos a seguir.

Variedade de ofertas de crédito

A diminuição da taxa Selic — considerada a menor da história — é um dos fatores que têm impulsionado a compra de imóveis em 2020, já que isso facilita as ofertas de crédito, principalmente para famílias de baixa renda. Isso significa que o poder de compra de quem está em busca de conquistar o sonho da casa própria está muito mais valorizado neste ano.

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, a instituição bancária está de acordo com uma das principais tendências do mercado imobiliário para 2020, aumentando a variedade de ofertas de crédito. Para isso, o banco reduziu a Taxa Referencial (TR), diminuindo o percentual de 13,25% para 11,75%.

A competitividade no mercado de crédito levou os demais bancos a adotarem a estratégia, por isso também passaram a oferecer melhores ofertas de créditos e condições de pagamento em financiamentos imobiliários.

Valorização de diferentes tipos de imóveis

Mais uma vez a queda da taxa de juros contribui com a construção de um cenário positivo para o mercado imobiliário, visto que esse é um dos principais aspectos que influencia na valorização dos imóveis. Isso se deve ao fato de que o valor da propriedade permanece estável e, por consequência, cria um cenário atrativo para quem deseja adquiri a casa própria.

A valorização dos imóveis também é fundamental já que ter mais qualidade de vida é prioridade para cada vez mais pessoas. O que queremos dizer é que muitas famílias preferem morar em regiões bem localizadas e longe de bairros perigosos, que possam oferecer segurança e conforto.

Casas com espaço para home office

A necessidade de isolamento social para evitar aglomerações e propagar o coronavírus levou empresas dos mais diversos segmentos do mercado a adotarem medidas especiais para que não parassem de funcionar.

O trabalho de casa acabou se popularizando até mesmo em segmentos que nem sequer consideravam essa possibilidade antes da pandemia. Com isso, a necessidade de espaços para trabalhar no formato home office aumentou de forma significativa em 2020.

A tendência é que mesmo após a pandemia acabar, muitas organizações permaneçam com o trabalho à distância, já que ele é altamente vantajoso tanto para o empregador quanto para os empregados. Dito isso, houve um aumento considerável na demanda por casas com espaço para home office, ou seja, residências com cômodos que podem ser adaptados para se tornarem ambientes de trabalho remoto.

Quais são as principais vantagens de investir no mercado imobiliário em 2020?

Quais são as principais vantagens de investir no mercado imobiliário em 2020?

Caso você ainda tenha alguma dúvida sobre se realmente vale a pena comprar um imóvel em 2020, nos próximos tópicos mostraremos uma série de vantagens que poderão ajudar você a tomar uma decisão bem pensada.

Juros de financiamento menores

Como já mencionamos neste artigo, a significativa queda da taxa Selic impactou diretamente nos juros de crédito para financiamentos imobiliários, deixando-os muito mais baixos, o que abriu muitas possibilidades para quem deseja comprar a casa própria.

Geralmente, as instituições bancárias costumam financiar até 80% do valor de uma propriedade. Isso significa que 2020 é um ano bastante favorável tanto para quem pretende financiar quanto para quem guardou dinheiro para investir na compra de um imóvel à vista.

Lembrando que mesmo quem não tem dinheiro guardado também pode realizar a compra de um imóvel em 2020.

Segurança do patrimônio

Se você gosta da agitação do mercado financeiro, certamente tem ciência de que investimentos em valores oferece dois extremos: correr o alto risco de investir muito e obter um retorno alto ou permanecer na zona de conforto arriscando pouco e ganhando pouco.

Já no que se diz respeito ao mercado imobiliário, há muito mais segurança e tranquilidade, se considerarmos que o setor passa constantemente por correções monetárias, que contribuem para que o valor das propriedades aumentem com o decorrer do tempo, o que faz com que seja bastante difícil perder dinheiro nesta modalidade de investimento.

Em outras palavras, vale a pena comprar um imóvel em 2020 por conta da segurança do patrimônio. Comprar agora é ter a certeza de que você pagará mais baixo por um produto que tende a se valorizar bastante com o tempo.

Rentabilidade

Por se tratar de um bem de alto valor e que pode levar até anos para ter seu pagamento quitado, muitas pessoas ficam em dúvida quando o assunto é financiar um imóvel. Afinal, o que pode acontecer se a economia enfraquecer, não é verdade?

Pois bem, como você pôde entender até este trecho do artigo, mesmo nos cenários econômicos mais delicados, o mercado imobiliário oferece a grande vantagem de ser bastante estável. A rentabilidade é o seu grande trunfo, visto que mesmo com a dificuldade para vender uma propriedade, é possível colocá-la para locação e rentabilizar ainda mais o investimento.

Ou seja, além de garantir uma renda extra, os recursos podem ser revertidos de acordo com os ajustes necessários, o que permite que o imóvel seja mantido sempre em ótimas condições e permaneça disponível para novos locatários, em vez de simplesmente deixá-lo parado deteriorando com o passar do tempo. Não é por coincidência que há uma grande parcela dos investidores do mercado imobiliário que vivem exclusivamente de renda de locação.

Valorização do valor investido

Embora já tenhamos abordado este ponto, vale a pena destacar mais uma vez que um dos grandes motivos pelos quais vale a pena comprar um imóvel em 2020 é o fato que ainda que a valorização do bem não ocorra imediatamente, a questão é que ao investir em uma propriedade por um determinado valor, é possível revendê-la por um preço mais alto no futuro, visto que este mercado se valoriza com o decorrer do tempo.

Uma grande vantagem do mercado imobiliário é que ele não se limita somente aos imóveis residenciais. Há uma grande diversidade de oportunidades que podem ser interessantes, como galpões, terrenos e salas comerciais, que podem ser aquisições muito boas.

Outro aspecto que contribui bastante com a valorização do dinheiro investido é a região em que o imóvel está localizado. Por exemplo, ao comprar um imóvel em um bairro novo ou próximo a uma universidade, a tendência é que você tenha um bom retorno financeiro.

Geralmente, esse tipo de localização, por ser mais distante dos centros urbanos, gera uma demanda muito maior. Além disso, propriedades localizadas em áreas de expansão também costumam valorizar com o passar do tempo.

Tipos de financiamento imobiliário em 2020

Tipos de financiamento imobiliário em 2020

Agora que você já sabe que existem grandes vantagens em comprar um imóvel em 2020, mostraremos algumas das principais modalidades de financiamento imobiliário que podem ser realizadas para que você alcance o sonho de ter a casa própria com ótimas condições de pagamento.

Minha Casa Minha Vida (MCMV)

Certamente, o Minha Casa Minha Vida é um das iniciativas de financiamento imobiliário mais populares que o Governo Federal já criou. Seu objetivo é beneficiar a compra da casa própria para famílias de baixa e média renda. O benefício pode ser solicitado de diversas formas. O que varia é a renda mensal familiar do indivíduo que pretende solicitar o financiamento e o valor do imóvel.

O benefício do MCMV pode ser adquirido por meio de taxas de juros reduzidas na incidência das parcelas do financiamento, ou por meio de um subsídio que o Governo Federal concede para ajudar no pagamento da entrada do imóvel. Além disso, também é possível que ele ocorra na forma de redução do valor do seguro obrigatório.

Sistema de Amortização Constante (SAC)

O Sistema de Amortização Constante é uma alternativa de financiamento imobiliário muito interessante pelo fato de oferecer parcelas decrescentes, isto é, à medida que as prestações são pagas, o valor diminui com o decorrer do tempo.

Isso significa que conforme a dívida é paga mês a mês, e o montante total é quitado, o valor das parcelas reduz, o que facilita bastante a vida financeira de quem escolher essa modalidade. O fato da taxa de juros diminuir e a amortização ser fixa é que contribui para que o pagamento seja facilitado.

Um dos benefícios mais atrativos dessa alternativa é que, como as prestações são reduzidas, o comprador sabe que terá muito mais segurança no futuro, em relação ao pagamento do financiamento, visto que se torna muito mais fácil poupar dinheiro e tê-lo disponível.

Sistema Financeiro de Habitação (SFH)

O Sistema Financeiro de Habitação é uma forma de financiamento imobiliário oferecido pelo Governo Federal, que utiliza recursos disponibilizados pelo Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e pelo Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE). A iniciativa é um dos financiamentos de imóveis mais utilizados do Brasil.

O SFH foi desenvolvido com a finalidade de solucionar o déficit habitacional do país, ajudando mais pessoas a conquistarem o acesso ao imóvel próprio. Vale mencionar, ainda, que os financiamentos realizados por meio do SFH contribuem com a fomentação do mercado imobiliário e, consequentemente, com o estímulo da economia.

Quais são os juros de financiamento?

Quais são os juros de financiamento?

Para corroborar as informações que levantamos no decorrer deste conteúdo e mostrar que vale a pena comprar um imóvel em 2020, a seguir você verá quais são os juros incididos em um financiamento imobiliário e que impactam no valor total da transação.

Taxa Selic

Esta é a taxa mais importante. Não é atoa que é conhecida como a “taxa mãe” dos financiamentos de imóveis. É a Selic que determina as alterações das demais taxas que incidem sobre as transações imobiliárias, entre outros tipos de operações de concessão de crédito por instituições financeiras, como investimentos.

De forma simplificada, o valor total que você pagará no financiamento de sua casa ou apartamento é totalmente influenciado na taxa Selic, o que quer dizer que quanto menor estiver o seu índice, menores serão os juros cobrados.

Não é nenhuma novidade que a Selic tem caído nos últimos anos, como forma de aquecer o mercado imobiliário, porém de 2019 para 2020 o seu percentual alcançou patamares nunca vistos antes na história.

Taxa IPCA

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor ou IPCA, como é mais conhecido, tem um papel fundamental no preço não apenas dos financiamentos de imóveis, mas de praticamente tudo o que consumimos, já que ela é responsável por regular a tão falada inflação.

A IPCA está diretamente ligada à taxa Selic, isto é, ela segue todas as alterações que a Selic sofre. Para que você tenha uma ideia mais clara, quem escolhe financiar um imóvel que esteja baseado na taxa IPCA durante uma Selic baixa — como é o caso do atual cenário em que nos encontramos — conseguirá prestações muito menores do que em outros panoramas econômicos.

Como fechar um bom negócio em 2020?

Como fechar um bom negócio em 2020?

Agora que você já sabe que vale a pena comprar um imóvel em 2020, para concluirmos este artigo, é importante destacar que não existe uma “fórmula secreta” sobre como fechar um bom negócio.

A maior recomendação é pesquisar bastante e gastar tempo na procura pelo imóvel mais adequado às suas necessidades. Faça pesquisas em portais de imóveis na internet e verifique a média de preços das propriedades que têm o perfil que você procura. Hoje é possível ter acesso a praticamente qualquer tipo de oportunidade de negócio diretamente de seu smartphone.

Lembre-se de que os principais aspectos que influenciam o valor de um imóvel são a localização, o tamanho e o fato da propriedade ser nova ou usada. Posteriormente, questões como os materiais utilizados no acabamento, ter ou não elevadores de acesso, área de lazer etc, afetam o preço da oportunidade.

Por se tratar de um investimento que refletirá na qualidade de vida de sua família a longo prazo, é muito importante que a decisão não seja tomada sem muito planejamento e, é claro, sem antes pesquisar minuciosamente sobre o que o mercado tem a oferecer.

Considerando que a oferta de crédito é maior, este momento é muito propício para procurar diferentes instituições bancárias e escolher a que ofereça não apenas a melhor taxa de juros de financiamento, mas também uma que proporcione ótimas condições de pagamento.

Lembrando que uma construtora de confiança e com anos de atuação no setor pode fornecer toda a ajuda necessária para que você encontre uma ótima oportunidade de negócio, além de ter a garantia de que haverão profissionais experientes intermediando todas as etapas burocráticas do processo de aquisição de um imóvel.

Como você pôde conferir neste conteúdo, de fato vale a pena comprar um imóvel em 2020 se considerarmos o fato de que as mudanças no cenário econômico têm contribuído com a baixa dos preços, somando essa questão às baixas nas taxas de juros de financiamento imobiliário. Em outras palavras, este pode ser um momento único, no qual dificilmente teremos tantas condições favoráveis acontecendo simultaneamente para quem deseja conquistar o sonho da casa própria.

Você acha que vale a pena comprar um imóvel em 2020? Quer receber auxílio de um profissional experiente de uma das construtoras de maior credibilidade do Brasil para tomar uma decisão bem pensada e planejada? Então entre em contato com um de nossos corretores agora mesmo!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *