Posso fazer o financiamento de um imóvel sem ter renda formal?

Posso fazer o financiamento de um imóvel sem ter renda formal?

É cada vez maior o número de pessoas que opta por um trabalho sem renda formal nos dias de hoje. Além delas, há outras tantas sem uma ocupação devido aos altos índices de desemprego no nosso país. Mas, nem por isso, é necessário abrir mão do sonho de comprar um imóvel próprio. Ao contrário, ter um bem no seu nome pode ser uma garantia a mais de estabilidade, pois vai dispensar o pagamento de um aluguel.

Na hora de conseguir o financiamento de um imóvel, no entanto, a comprovação de renda formal é quase sempre uma regra. Mas existem opções para contornar a falta de um holerite fixo. Se você for um dos que desejam comprar um imóvel financiado e não tem comprovante de renda, não desanime. Existe solução para esse caso também!

Por isso, elaboramos este post. A ideia é apontar algumas das muitas maneiras de conseguir o financiamento de um imóvel mesmo sem ter uma renda formal. Fique por aqui e confira as nossas dicas!

Faça a declaração do Imposto de Renda corretamente

Pagar o imposto de renda é lei para todos os que ganham acima de um determinado valor. Portanto, se você disser ao banco que ganha um valor suficiente para pagar pelas parcelas do financiamento, deve pagar o imposto proporcional sobre essa renda.

Nesse caso, a sua declaração de Imposto de Renda servirá como comprovante do quanto você realmente ganha. Muita gente se revolta por ter de pagar 27,5% do salário para o Leão. Porém, se você costuma pagar essa faixa, com certeza, ganha mais do que a maioria da população. Tente ver o lado bom disso.

Demonstre os extratos da sua movimentação bancária

Se você não tem uma conta bancária, precisa abrir uma urgentemente. Em especial se tiver mais de uma fonte de renda. Procure depositar sua remuneração nessa conta, e não tem problema se ela não for no banco onde solicitou o financiamento.

Desse modo, será possível provar o quanto ganha por mês por meio da apresentação dos extratos de movimentação bancária. Mas lembre-se de que será necessário demonstrar as transações dos últimos 6 meses pelo menos.

Apresente um bom avalista com renda formal

O avalista de um financiamento é como o fiador na locação de imóvel. Ele apresenta garantias de que terá como arcar com o valor das parcelas, caso você não as pague. O avalista tanto pode apresentar comprovação de renda formal como bens de valor suficiente para a quitação do financiamento. A exigência, nesse caso, será de acordo com a política da instituição financiadora.

Qualquer pessoa com comprovação de renda ou patrimônio pode ser a sua avalista, mesmo alguém da família, como pai, mãe, irmãos, marido, esposa etc. Assim como o seguro fiança do aluguel de imóveis, existem empresas especializadas em avalizar esse tipo de operação, claro que por um preço proporcional ao risco proposto.

Caso opte por essa solução, tenha em mente que, além da parcela, você terá o compromisso mensal com a empresa contratada para ser sua avalista.

Refinancie bens para levantar dinheiro

Outra maneira de adquirir um novo bem por meio de um financiamento é dar outro como garantia. Por exemplo, um carro ou mesmo um imóvel, caso o que você queira adquirir não seja o seu primeiro. Nesse caso, o valor liberado no financiamento é o do bem dado como garantia.

Algumas instituições aceitam como precaução o próprio imóvel a ser financiado. Nesse caso, o não pagamento das parcelas pode levar à perda do bem sem a restituição do que já foi pago até o momento.

Evite restrições no seu CPF

Mesmo com um imóvel próprio como garantia, um avalista, uma boa movimentação bancária e uma declaração de imposto de renda de dar inveja, se você estiver endividado e com o nome sujo não vai conseguir o financiamento.

Além disso, vale lembrar que dívidas podem levar a penhora de bens. Portanto, se conseguir quitar um imóvel enquanto está com restrições no seu CPF, corre o risco de perdê-lo para os seus credores.

Faça o cadastro positivo

O cadastro positivo é uma forma de mostrar aos bancos e outras empresas como você é um bom pagador. O cadastro no programa ajuda a conseguir financiamentos, empréstimos e outras formas de crédito com juros mais baixos, basta pagar as suas contas sem atrasos.

Guarde contratos e recibos de serviços prestados

Ser um bom profissional também significa ter uma boa gestão do seu trabalho. Por isso, fazer contratos de prestação de serviços é um dos primeiros passos. Além de ser uma garantia para você e para o seu cliente, ele poderá servir como uma forma de comprovar as suas receitas.

Também é possível emitir recibos, como o Recibo de Pagamento a Autônomo (RPA). Tanto os seus contratos quantos os seus RPAs podem servir de base para contratar um contador. Assim, ele poderá emitir a sua Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (Decore).

Embora a Decore seja um serviço pago que só pode ser feito por um profissional habilitado, ela vale muito a pena, pois é um documento considerado oficial como comprobatório de renda.

Formalize a sua atividade

Hoje em dia, ter um CNPJ não é mais um bicho de sete cabeças. Pelo contrário, você pode optar pela formalização como Microempreendedor Individual (MEI). Além de ser uma forma de comprovar que você tem uma profissão e, portanto, uma renda, garante a sua aposentadoria, licença-maternidade e auxílio-doença.

Como você pode perceber com este post, existem diversas formas de comprovar rendimentos mesmo para quem não tem uma renda formal. Algumas delas são até bastante simples. Mas, se ainda assim, nenhuma delas for possível para você financiar o seu imóvel, existe ainda a possibilidade de investir em um consórcio. A depender do valor já pago no momento da contemplação, pode não fazer tantas exigências quanto um financiamento normal.

Agora que você já sabe como conseguir comprar o seu tão sonhado imóvel próprio sem renda formal, baixe o nosso guia completo de financiamento imobiliário e dê o primeiro passo rumo à sua nova conquista!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *