Vale a pena fazer um seguro residencial para o novo imóvel?

Vale a pena fazer um seguro residencial para o novo imóvel?

Na hora de prever os gastos com a família para adquirir um imóvel novo, é preciso ter muito cuidado ao determinar o que é básico ou supérfluo. Afinal, devido à falta de preparo e de conhecimento, muitas pessoas acabam tomando atitudes incorretas e que trazem péssimas consequências no futuro.

Em meio a esse cenário, o seguro residencial pode ser determinante para garantir o conforto e o bem-estar de sua família. Mas você, nosso leitor, sabe quais são as principais coberturas oferecidas para seguros residenciais?

No post de hoje, vamos tirar as principais dúvidas sobre o assunto. Continue a leitura e saiba mais!

Descubra os tipos coberturas do seguro residencial

Para nós brasileiros, a residência, na maioria dos casos, é o bem mais precioso que temos. Então, é necessário tomar todas as medidas para garantir a sua segurança quando algo inesperado acontecer.

Assim, as coberturas do seguro residencial servem de auxílio para assegurar um imóvel. Veja abaixo alguns de seus principais exemplos:

Incêndio

A cobertura para incêndio é considerada como básica para a contratação de um seguro residencial. Algumas pessoas acham que apenas a existências de chamas evidenciam a sua ocorrência. Entretanto, isso é um conceito equivocado. O incêndio só pode ser caracterizado na presença das seguintes condições:

  • chamas alastradas, desenvolvidas e propagadas;
  • fogo em um local indesejado, não se limitando a uma localidade ou recipiente;
  • existência de danos à estrutura.

Explosão

Muito confundidas com incêndio, as explosões, também conhecidas como combustões espontâneas, são principalmente de origem vegetal.

Por causa de condições ambientais de armazenamento incorreto e de umidade própria, em determinadas temperaturas, o processo natural de fermentação pode ser favorecido.

Como consequência disso, há liberação de calor e uma explosão pode acontecer. Vale lembrar, que seus danos são localizados e as suas chamas não se propagam pelo ambiente.

Conheça mais sobre as coberturas adicionais

Chaveiro

Imagine a seguinte situação: você chegou tarde em casa e esqueceu a sua chave no escritório ou em qualquer outro lugar. Nesse momento, a cobertura adicional de um chaveiro pode ser a diferença entre horas de espera e uma solução rápida para o problema.

Ademais, caso a chave quebre ou danifique a fechadura, é possível resolver essa situação ao utilizar esse tipo de cobertura adicional.

Eletricista

As instalações elétricas são fundamentais para o funcionamento dos equipamentos de uma casa. Então, quando há algum problema em seu dimensionamento, os curto-circuitos podem atrapalhar a sua rotina.

Ao contratar a cobertura para danos elétricos, a seguradora checa todas as instalações de sua residência, sem se esquecer dos quadros, fiações e relógios de medição.

Encanador

Os problemas com tubulações hidráulicas também são uma recorrência hoje em dia. Dessa forma, ao contratar uma cobertura adicional para esse tipo de problema, é possível solucionar vazamentos, entupimentos e troca de peças sem dores de cabeça e com facilidade.

Na hora de garantir a comodidade de sua família, você deve analisar todas as opções existentes e fazer uma escolha adequada às suas necessidades, sem que seu orçamento financeiro seja colocado em risco.

Agora que você já sabe se vale a pena fazer um seguro residencial e quais são suas garantias adicionais, curta a nossa página no Facebook e acompanhe outros lançamentos que vão ajudá-lo a encontrar o imóvel dos seus sonhos!

banners_guiadofinanciamento_post

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *