7 dicas para comprar um imóvel na planta

7 dicas para comprar um imóvel na planta

As ofertas de imóveis na planta, que quase sempre começam com lançamentos cheios de atrativos, incluem vantagens reais para quem não tem pressa em receber o apê e procura por condições de pagamento facilitadas. Contudo, comprar um imóvel na planta exige um pouco mais de atenção para alguns riscos existentes.

Neste post, vamos listar sete dicas para você fazer a compra com mais tranquilidade e evitar as surpresas desagradáveis. Confira!

Use a calculadora

Calcular quanto você vai pagar pelo imóvel, quais são os juros embutidos nas prestações, de que forma o custo total será diluído nas parcelas, qual o limite de financiamento o banco libera e certificar-se de que todas as parcelas (do sinal até as prestações após a entrega das chaves) cabem no seu bolso são os primeiros passos a dar já na conversa inicial com o corretor. Nessa hora, também considere que o custo do imóvel será reajustado pelo Índice Nacional de Custos da Construção (INCC), o que pode elevar o preço final em até 20%.

Esses cálculos evitarão que você perca tempo com ofertas que não estejam de acordo com a sua capacidade ou com a sua intenção de compra — ou que faça uma compra impulsiva e acabe com uma dor de cabeça daquelas.

Atenção para a tabela

O imóvel é vendido na planta de acordo com uma tabela que mostra todo o parcelamento do valor que deve ser pago durante a obra. Nesta tabela também estão os índices de reajustes previstos, que serão fixados no Contrato de Compra e Venda. É importante ler detalhadamente a tabela e prestar atenção para as variações que ocorrerão nas parcelas ao longo da obra, garantindo que estas variações entre nos seus cálculos.

Pesquise

Outro fator importante é conhecer bem a situação do empreendimento. Por isso, vale  ir ao Cartório de Registro de Imóveis onde ele deve estar registrado para certificar-se de que está tudo certo. Aproveite para dar uma olhada no memorial descritivo que acompanha o registro para confirmar todas as características que foram passadas pelo corretor.

Pesquise também na Prefeitura da sua cidade se há qualquer impedimento sobre a construção ou sobre o terreno onde ela está sendo feita.

Guarde tudo

Folhetos de propaganda, anotações de corretores e quaisquer outros materiais que contenham informações sobre o imóvel na planta servirão como documentos de comprovação das promessas feitas, caso você precise recorrer à Justiça no futuro.

Não confie na data de entrega para firmar compromissos

Por mais idônea que uma construtora seja, imprevistos acontecem e atrasos são bastante comuns na construção civil — e por diversos motivos. Por isso, não condicione seu casamento, a saída do seu apartamento atual ou qualquer outro compromisso importante à data de entrega do imóvel adquirido na planta.

Fique de olho nas cobranças indevidas

Antes de pagar qualquer taxa, seja ela de corretagem ou para cuidar da documentação, certifique-se com um advogado se ela é de fato devida e se está de acordo com os valores convencionais.

Não compre na primeira visita

Não basta encontrar o projeto ideal e as condições perfeitas de pagamento. Você precisa de tempo para fazer as pesquisas necessárias e consultar um advogado de confiança sobre todas as condições do negócio, inclusive sobre o contrato. Portanto, a primeira visita no apartamento modelo deve servir para que você reúna o máximo de informações. Se possível, dê um cheque caução para a reserva do imóvel, que será devolvido caso você desista da compra. Mas jamais assine o contrato por impulso!

Você ainda ficou com dúvidas sobre a compra de um imóvel na planta? Deixe aqui o seu comentário e teremos prazer em ajudar!

 

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

22 comentários em “7 dicas para comprar um imóvel na planta”

  1. Tânia disse:

    Estou interessada em aptos ou condomínio..

    1. Ana Paula disse:

      Oi Tânia! Qual o seu estado e cidade de interesse?

  2. Arnaldo Barros disse:

    Quero comprar um apartento não tenho entrada

    1. Ana Paula disse:

      Olá Arnaldo! Não é comum comprar um apartamento sem entrada, até porque você pode usar o seu FGTS para isso. Mas algumas construtoras possuem feirões e promoções onde elas facilitam essa entrada! Converse com nosso consultor que ele pode te indicar algumas promoções.

  3. eugenio cesar barbosa dos santos disse:

    estou qurendo comprar um imovel no valor de 130 mil pela minha casa minha vida na cidade de sorocaba sp oque eu tenho que saber antes de comprar

    1. Ana Paula disse:

      Oi Eugênio! Após escolher o seu imóvel, é necessário fazer uma simulação de financiamento para ver como serão as suas parcelas. Converse com um consultor para saber mais detalhes: https://comocomprarumapartamento.com.br/corretor/

  4. VILMA MARTINS disse:

    E normal compra um apartamento na planta assinar o contrato e depois receber a copia do mesmo e nao o original sendo que foi pago avista

    1. Ana Paula disse:

      Olá Vilma, tudo bem? O contrato é apenas para formalizar a negociação comercial. O que vai oficializar você como proprietário do imóvel é o registro do imóvel e o ITBI pago.

  5. carlos martins disse:

    E se a construtora/incorporadora falir, sumir, qual a garantia do investidor?

    1. Ana Paula disse:

      Olá Carlos! Antes de comprar é sempre bom pesquisar bastante sobre as construtoras. Adquira seu imóvel apenas com empresas sólidas, com bom histórico e com experiência no mercado.

  6. Carlos Miranda disse:

    Concordo com a resposta anterior haja vista que temos mudanças no Plano Minha Casa Minha Vida 3 , principalmente com relação a subsídios entre outros.

  7. Marcos Paulo Simioni disse:

    Boa noite,

    Comprei um apartamento na planta a 1ano com previsão de entrega em 3 anos (Setembro/2018). Fechei o financiamento bancário com a Caixa, os valores que venho pagando para o banco durante as obras vem crescendo muito, para ter uma ideia do mês passado para este o valor subiu em torno de R$ 180,00 chegando a R$ 686,00 (já é quase o valor do financiamento) e ainda faltam 2 anos para a conclusão da construção. Gostaria de saber como posso avaliar se esses valores são abusivos, se estão corretos?

    Obrigado.

    Marcos P. Simioni

    1. Ana Paula disse:

      Olá Marcos, a evolução de obra é o juros com correção monetária que o banco cobra sobre o seu financiamento. O valor irá variar de acordo com a evolução, mas normalmente é apenas 70% do valor de sua prestação. Se você tiver alguma dúvida, entre em contato com o banco do financiamento e ele poderá lhe explicar melhor.

  8. Elaine Camargo disse:

    Boa noite! Estou querendo comprar um apartamento que está quase pronto. Já visitei a obra e o corretor pasou meus dados para um correpondente de um banco. Segundo ele o banco liberou neu financiamento . Agora tenho que assinar ocontrato com a construtora e pagar um valor de $600 reais para o advogado da própria construtora. Isso procede? Quais cuidados devo ter?

    1. Ana Paula disse:

      Olá Elaine, tudo bem? Quando você assina o contrato você precisa pagar a entrada do seu imóvel e também é preciso pagar um valor de R$800 para o correspondente bancário. Algumas construtoras pagam este valor e você repassa esse valor para a construtora que pode ser pagamento à vista ou parcelado no boleto. Desconhecemos qualquer pagamentos para funcionários das construtoras.

  9. Aline vitorino disse:

    Olá. Estou olhando um apartamento na planta para comprar e o corretor disse que no período de obras a única coisa que pago sao os seguros que é obrigatório fazer pela caixa e segundo ele o pagamento das parcelas só e feito aparttir do recebimento da Chaves isso procede?

    1. Ana Paula disse:

      Oi, Aline!
      Cada caso é um caso. Vale a pena alinhar essa informação com a corretora de imóveis com quem está trabalhando para ver como eles trabalham.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *