Guia Prático para um apartamento mais aconchegante: quais são os elementos essenciais para construir o lar de sua família?

Guia Prático para um apartamento mais aconchegante: quais são os elementos essenciais para construir o lar de sua família?

Construir um lar, hoje em dia, é bem diferente do que costumava ser algumas décadas atrás. Os tempos mudaram e as prioridades também — mas possuir um cantinho aconchegante para a vida em família ainda é essencial.

Em épocas passadas, era comum que o sonho de recém-casados e jovens que acabaram de começar a morar sozinhos fosse um imóvel grande, com espaços amplos para receber amigos e família e muito luxo.

Hoje em dia, com a mudança de hábitos, a vida corrida das grandes cidades e, também, a variedade de opções de diversão em cada esquina, ter uma casa espaçosa começou a ficar em segundo plano.

O natural agora é buscar por simplicidade, espaços otimizados e casas e apartamentos que tenham aspectos que contribuam para a mobilidade e facilidade de manutenção. Afinal, praticidade está em alta!

Se você está começando uma vida a dois agora, continue a leitura deste material para saber de todas as dicas para construir um lar confortável, aconchegante e receptivo — e que irá se adaptar à sua rotina. E já adiantamos: com alguns cuidados e muito carinho envolvido, alcançar esse patamar é possível!

Avaliando um imóvel para toda a família

Encontrar o apartamento ideal para você, seja acompanhado de seu companheiro ou companheira, seja sozinho, é um sonho que pode ser realizado. Contudo, é preciso ter cuidado e paciência ao pesquisar e adquirir um imóvel. Confira algumas dicas para avaliar suas opções da melhor maneira:

1. Saiba o que você procura

Ninguém melhor do que você e sua família para saber o que é melhor para vocês. Por isso, saiba definir suas prioridades e, a partir disso, entender qual é o tipo de imóvel que terá mais valor.

É preciso que ele se alinhe ao seu estilo de vida; portanto, leve em consideração sua rotina e qual tipo de região é prioridade, ou seja, se a localização do apartamento permite acesso fácil aos locais que importam. Lembre-se, também, da diversão: avalie seu tipo de programa preferido e coloque esse quesito na balança ao procurar por seu novo lar.

2. Preste atenção na segurança

A segurança de um lar é um aspecto valioso. Por isso, leve-a em conta no processo de decisão. Informe-se sobre o bairro em que ele está localizado, saiba qual é o tipo de movimento que acontece na região — nesse caso, vale até pesquisar sobre taxas de incidência de violência ao redor.

Conferir se o imóvel é equipado com câmeras, alarmes e, também, se possui a presença de porteiros ou seguranças também é um ponto importante. Priorize locais que valorizem a tranquilidade dos moradores.

3. Conheça a região

Imagine se você tem dificuldades de dormir e acaba investindo em um apartamento localizado numa região super barulhenta. Complicado, não é? Por isso, conhecer a região quando se está no processo de avaliar um imóvel é um passo indispensável.

Tenha em mente que é preciso considerar os fatores que importam para você, como, por exemplo, proximidade do escritório, opções de diversão de fácil acesso — como bares e restaurantes — e vizinhança calma. Não hesite em caminhar pelas ruas próximas e conversar com moradores e funcionários do prédio para conhecer os detalhes. Isso é importante até mesmo para pesquisar sobre os tópicos que citamos anteriormente.

4. Defina os requisitos para qualidade de vida

Pense nos seus hobbies: você gosta de cozinhar? Se dedica a atividades físicas? Toca algum instrumento musical? Leve todos esses hábitos em conta na hora de procurar por um apartamento para comprar. Existem imóveis com espaços gourmet, condomínios com academia e toda a variedade de opções de lazer e bem-estar que sua família pode procurar.

Saúde financeira e familiar

Tente se colocar na seguinte situação: você encontrou o apartamento ideal, mas, em algum momento da negociação, o sonho cai por terra e a compra não é concluída. Isso poderia se tornar um verdadeiro pesadelo, certo?

Por isso, é muito importante entender a situação financeira sua e de sua família antes de entrar de cabeça numa negociação para adquirir o novo imóvel. Veja algumas dicas para lidar com esse processo da melhor maneira possível — e sem sustos!

1. Faça um planejamento financeiro familiar

Ao planejar a compra de um imóvel, um dos primeiros passos deve ser analisar a renda familiar. Só assim é possível fazer uma projeção realista dos recursos disponíveis para esse investimento. Para isso, é preciso fazer um levantamento das despesas totais da sua família e colocá-las no papel para análise (junto às fontes de renda, é claro).

Isso é importante para entender como está a saúde financeira de sua família e ter uma ideia de como as contas ficarão quando um apartamento for financiado.

2. Realize testes antes de decidir investir

Uma atitude recomendada por vários especialistas do mercado imobiliário é fazer simulações de financiamento e testar o investimento antes de realmente comprar o imóvel. Muitos bancos, hoje em dia, fazem gratuitamente uma simulação de crédito pré-aprovado, que mostra quanto da renda ficaria comprometida com as parcelas do apartamento.

Uma vez que fizer isso, procure economizar, por mês, o valor que será investido caso a compra realmente seja feita. Se o orçamento apertar, pode ser um bom momento para repensar sua decisão.

3. Conheça os custos envolvidos na compra

Adquirir um imóvel é um processo burocrático, que pode envolver gastos para além do valor financiado. Sendo assim, é importante contar com a presença de um bom corretor, que informará sobre valores extras envolvidos na transação, como o ITBI (imposto de transmissão de bens imobiliários) e taxas de cartório.

Além disso, verifique com o corretor o que realmente estará incluso no apartamento que você pretende comprar. Em casos de imóveis usados, o proprietário anterior pode chegar a retirar lustres, fiações das lâmpadas e acessórios do banheiro. Chegar numa casa vazia vai exigir gastos extras! Por isso, confira esses detalhes com cuidado e coloque no papel qualquer investimento que seja necessário.

4. Saiba qual é o valor de um novo lar para você

Comprar um apartamento para começar uma nova vida com sua família é um passo grande e muito importante. Lembre-se sempre do valor que essa atitude têm para vocês. Pesquisar imóveis e passar pela burocracia de adquirir o apartamento dos sonhos pode ser um processo desgastante e cansativo.

É essencial ter honestidade e companheirismo ao passar por situações envolvendo planejamento financeiro, burocracias e surpresas — que podem ser boas ou ruins! Esse processo é só mais um passo em direção ao sonho de construir um lar com as pessoas que você ama.

4 passos essenciais para uma boa vizinhança

A sensação de se sentir bem-vindo é um dos principais aspectos que contribuem para uma boa qualidade de vida. Em situações de construir um novo lar, é importante prezar por manter uma boa relação com os vizinhos, funcionários do prédio e trabalhadores do bairro, que são pessoas com quem você conviverá diariamente. Veja algumas dicas para manter a boa vizinhança:

1. Seja simpático

Agir para construir um clima leve começa com simpatia: cumprimentar as pessoas que passam por você com “bom dia”, dizer “obrigada” e “por favor”, ser gentil quando alguém puxa assunto no elevador e oferecer ajuda em tarefa corriqueiras do cotidiano, por exemplo, são atitudes simples, fáceis e que, aos poucos, contribuem para uma relação de amizade e companheirismo.

2. Esteja disponível

O modo de interagir com outros vizinhos depende muito da personalidade de cada família, e isso é muito claro. Contudo, momentos de confraternização irão ocorrer e, nesse caso, mostrar-se disponível é uma boa atitude. Seja num aniversário, em festas de fim de ano do condomínio ou até para assistir jogos de futebol, esses momentos são valiosos para estreitar laços.

3. Cuide do espaço

Tratar as coisas com descaso é uma péssima atitude, não é? Por isso, preocupar-se com cuidar das áreas comuns do prédio ou condomínio não só é importante para manter a boa vizinhança, mas é também essencial para o bem-estar de todos que circulam ali.

Portanto, nunca deixe de se preocupar em manter os corredores e áreas comuns limpos e, claro, respeitar o espaço dos vizinhos ao cuidar do seu.

4. Saiba lidar com desavenças

Resolver conflitos de forma pacífica é uma das partes mais importantes da convivência em comunidade. Em espaços onde pessoas de todo tipo convivem, é natural que ocorram discordâncias.

Em situações como essa, é importante ter um bom jogo de cintura e muita cautela, sempre, para lidar com conflitos e entender as diferenças. Tolerância e paciência são virtudes importantes nesses casos, e só têm a contribuir para que situações complicadas se resolvem de forma fácil e tranquila.

Decorando um apartamento para a família

O interior de um apartamento contribui muito para a sensação de aconchego e receptividade. Por esta razão, uma das partes mais divertidas ao adquirir um novo apartamento está em transformá-lo em lar: decorá-lo com objetos e cores que são a cara dos moradores e, aos poucos, colocar a personalidade de cada um nos ambientes.

Dê uma olhada nestas dicas para decorar seu apartamento!

1. Aproveite o espaço

Já que possuir uma casa muito grande deixou de ser prioridade, investir em decoração pode ser algo decisivo para um apartamento com poucos metros quadrados. Isso porque é possível aproveitar os espaços ao mesmo tempo em que os cômodos ficam bonitos e personalizados. Estantes criativas, armários embutidos e até móveis já muito conhecidos, como os sofás-cama, contribuem nesse aspecto.

2. Equilibre as cores

Existem alguns truques de decoração que valorizam espaços pequenos. Um deles é manter as paredes com cores claras para criar um visual clean e não causar uma sensação de espaço cheio e confuso (o que é ocorre com cores fortes e escuras).

Manter o teto branco é essencial: ele irá refletir e espalhar a luz natural dentro da casa. E não se preocupe: caso você pense que um apartamento decorado apenas com cores claras e neutras pareça sem graça, é possível investir em móveis e itens de decoração coloridos.

3. Misture materiais

Imagine um apartamento com todos os móveis e estofados do mesmo material, da mesma cor; parece um pouco monótono, certo? Por isso, ao decorar seu cantinho, não tenha medo de mesclar materiais para deixar o ambiente mais aconchegante.

Tapetes de materiais macios, mantas de crochê e almofadas bordadas na sala e nos quartos dão aquele toque de casa bem cuidada, por exemplo. Nos outros espaços, como na cozinha e no banheiro, é interessante combinar os azulejos lisos com papéis de parede estampados. Opções desse tipo de customização não faltam hoje em dia.

Garantindo segurança e bem-estar para todos

Possuir um apartamento aconchegante e receptivo para chamar de lar é uma soma de vários fatores. Como te contamos nos tópicos anteriores, esse processo começa já na avaliação do imóvel ideal: compreender seus objetivos para um lar é o primeiro passo, para depois escolher o que melhor se encaixa nas suas prioridades. Comprar um apartamento pode ser uma tarefa complicada, mas, com conhecimento e clareza de ideias, fazer a compra dos sonhos é possível.

Pesquisar sobre a região em que sua família vai se estabelecer, assim como fazer um planejamento financeiro de qualidade, prezar por uma boa relação com os vizinhos e, também, se dedicar a construir no seu novo imóvel um espaço que toda a família pode chamar de lar são atitudes que contribuem para a qualidade da vida de todos os envolvidos.

Além disso, com uma relação harmônica e companheira, um apartamento novo, aos poucos, se torna um lar seguro e que possibilita uma qualidade de vida excelente para todos os moradores dali.

Conclusão

A maneira de comprar apartamento atualmente é muito diferente de tempos passados, e, como a mudança de hábitos é algo comum, esse processo continuará passando por transformações.

As prioridades mudaram — especialmente as das pessoas mais jovens — e não é  mais preciso possuir uma casa com muitos cômodos e espaços enormes para sentir que tem um lar. A vida em família é construída na rotina: não só dentro da casa, mas também na região escolhida e nos caminhos do dia a dia.

Aplicando os conhecimentos necessários na hora de pesquisar e escolher um imóvel e colocando na balança todos os aspectos que tornarão uma casa o lar de uma família recém formada, é possível fazer este sonho se tornar realidade — e nós esperamos ter ajudado!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Um comentário para “Guia Prático para um apartamento mais aconchegante: quais são os elementos essenciais para construir o lar de sua família?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *