Subsídio da Caixa para comprar um imóvel: o que é e como funciona?

Subsídio da Caixa para comprar um imóvel: o que é e como funciona?

Para quem deseja comprar um imóvel, o primeiro passo é listar todas as possibilidades de realizar esse sonho. Uma boa opção para facilitar o processo é aproveitando os financiamentos da casa própria disponibilizados pelo Governo: o mais procurado é o subsídio da Caixa Econômica Federal.

Pensado para famílias de baixa renda, esse benefício é de grande interesse das pessoas que querem sair do aluguel, mas ainda têm medo de contrair parcelas que não caibam no orçamento doméstico.

Acompanhe nosso post para entender como esse benefício funciona e quem tem direito a ele. Conhecer todos os caminhos e as vantagens oferecidas para facilitar a aquisição da casa própria é essencial para quem deseja ter seu imóvel!

O que é o subsídio da Caixa?

O subsídio da Caixa, benefício do Programa Minha Casa, Minha Vida (do Governo Federal), facilita a vida de quem tem baixa renda e o sonho de comprar a casa própria. É liberada uma quantia para o comprador — que será abatida no valor total do imóvel, diminuindo as parcelas do financiamento e deixando-o mais acessível à população.

Ou seja: o subsídio nada mais é do que um desconto oferecido na forma de isenção de imposto para as construtoras. O comprador que faz o financiamento e solicita o incentivo não tem acesso ao dinheiro, pois é abatido diretamente dos tributos devidos pela empresa, abaixando o valor da compra.

Se você tem direito a um subsídio de R$ 20 mil e pretende comprar um imóvel que vale R$ 100 mil, por exemplo, financiará apenas o restante, que nesse caso seria de R$ 80 mil. Os R$ 20 mil descontados serão quitados pelo programa governamental, por meio do abatimento de impostos devidos pela empresa que está vendendo o imóvel.

É importante ressaltar que, além do fato de o beneficiário ser pessoa de baixa renda, há muitos outros requisitos a serem preenchidos para a aquisição do primeiro imóvel.

Qual é seu valor?

Não existe uma quantia fixa para esse benefício. São inúmeros os elementos analisados para determinar o valor do subsídio, dependendo das características de cada beneficiário, sendo que o principal é a renda familiar (levando em conta dependentes, preço do imóvel escolhido e a localização).

Basicamente, quanto menor for a renda familiar, maior será o subsídio aprovado. O programa habitacional tem três faixas de rendas para a compra do primeiro imóvel em localizações urbanas. São elas:

  • faixa 1: famílias com rendas de até R$ 1,8 mil mensais podem financiar o imóvel em no máximo 120 vezes. As parcelas a serem pagas variam entre R$ 80 e R$ 270 mensais, sendo possível ter até 90% do valor do imóvel subsidiado sem juros;
  • faixa 1.5: famílias com renda de até R$ 2,6 mil mensais podem financiar imóveis com taxas de juros de 5% ao ano e dividir em prestações que durem até 30 anos. Os subsídios chegam a R$ 47,5 mil;
  • faixa 2: famílias com renda de até R$ 4 mil têm a possibilidade de financiar imóveis no mesmo prazo do grupo anterior, mas com direito a subsídios menores (de até R$ 29 mil).

Você pode estimar o valor do subsídio a ser requerido, das parcelas a serem pagas e mesmo de possíveis entradas de forma online. Para isso, basta preencher alguns dados no simulador, como a média da renda bruta familiar e o preço do imóvel escolhido.

Quem tem direito ao serviço?

Como o incentivo é concedido apenas para a compra do primeiro imóvel, o beneficiário não pode ter outra propriedade residencial em seu nome, ainda que não esteja totalmente quitada e haja financiamento sobre ela.

Além disso, para conseguir o benefício, a pessoa não pode ter participado de outro programa de habitação promovido pelo Governo. Exige-se também que o beneficiário seja maior de idade e brasileiro nato (ou legalmente naturalizado brasileiro).

Além dos requisitos pessoais a serem preenchidos pelo beneficiário, o imóvel deve se enquadrar nos moldes do programa. Assim, não é qualquer casa ou apartamento que pode ser escolhido pelo interessado. A Caixa Econômica Federal vai avaliar, vistoriar e fazer uma visita técnica ao local. Vale lembrar que o valor do imóvel a ser financiado também tem limite.

Como requerer?

Antes de solicitar o benefício, é importante fazer a simulação online. Peça ajuda a seu consultor e verifique todas as possibilidades. Em seguida, você pode dar entrada ao programa e pedir a adesão. Nesse início, será preciso estar com os documentos pessoais (RG e CPF), o comprovante de renda e a última declaração do Imposto de Renda.

Caso seus ganhos não sejam superiores a R$ 1.800,00, a pessoa é considerada de baixa renda. Ela terá apenas que se cadastrar na prefeitura ou no órgão municipal responsável pelo programa habitacional para participar do cadastro e esperar sua escolha para efetivar a assinatura do contrato.

Para as famílias com renda superior a esse valor, a entrada no programa é feita por meio da construtora ou imobiliária, de forma individual. Nesse caso, você pode fazer a simulação do valor do subsídio com seu consultor imobiliário, verificando as taxas de juros, o valor total do imóvel e da entrada, além das parcelas mensais.

É muito comum pessoas que trabalham de forma autônoma e sem carteira assinada usufruírem desse benefício. Não há qualquer impedimento para isso, pois basta comprovar a renda com outros documentos, como extratos bancários dos últimos seis meses.

O subsídio da Caixa é mais do que uma vantagem: trata-se de uma oportunidade para quem quer realizar o sonho de ter a casa própria e não pode gastar com altas parcelas de financiamento do imóvel. Isso porque os valores mensais parcelados ficam menores com o benefício, aliviando o orçamento familiar.

Agora que você já conhece o subsídio da Caixa e sabe que pode ter um grande desconto ao comprar a casa própria, não deixe para depois. Planeje-se para sair do aluguel e comece a investir na criação do seu próprio patrimônio.

Gostou de nosso post e quer ver mais dicas para comprar a casa própria? Descubra quais são as principais formas de pagamento de um imóvel!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *